terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Nunca deixe a esperança morrer


Sonhos são para se sonhar, é preciso lutar por eles, vivê-los em fé. Não se pode desistir de sonhar, de  esperar, de alcançá-los, mesmo quando tudo diz não, quando a luz no fim do túnel parece esmaecer, há ainda que se acreditar que logo em breve o sonho vai romper o invisível, florescer, acontecer..
Há quem diga que se tivermos o pensamento positivo todas as coisas boas nos acontecem , o universo conspira a favor. Há outros que acreditam na lei da semeadura, de que se aqui se planta o bem, o bem também se colhe. Outros acreditam na força da mente, na oração, no desejar o bem ao próximo e se fartar de ser abençoados e se sonha, e se luta, e se deseja todos que alcance a vitória.Mas e aquele que nunca alcançou um milagre , uma vitória, vive na angústia da solidão, no pouco ou nada de pão sobre a mesa, na tristeza no coração. Teria este alguém desistido de sonhar? Teria ele esquecido de lutar, de pensar no melhor, de acreditar na força do amor e do pensamento, no milagre da vida?
É preciso sonhar ainda que o mundo esteja contra nós, mesmo quando não há certeza de dias melhores, mesmo quando não há esperança, pois é só depois de uma grande luta que se tem os melhores campeões, os que deram tudo de si para alcançar a vitória almejada.
É necessário sonhar ainda que a vida nos negue oportunidades, ainda que o dia seja noite escura, e que não vejamos o sucesso em volta. Sonhar é preciso. É o que nos dá força para viver. É o que nos move ao caminho da paz e da segurança e nos faz viajar por caminhos estes que nos traga a benção esperada, o milagre da vida.
Sonhar é primordial e quem não sonha já não vive.
Dizem que a esperança é a última que morre, acredito no entanto que ela nunca morre, pois temos um Deus além do infinito que vela por nós e Ele próprio é a esperança , é a certeza de que um dia desfrutaremos do dom de ser feliz, já que a felicidade coincide não somente em ser um estado de espírito, mas a certeza de que cada um aqui, leva seu fardo, derrama em pranto suas dores e espera que possa trocar todo peso de suas almas por um sorriso, por um pedaço de pão na mesa, por um abraço, um aperto de mão, pela cura, pela alegria de ser chamado de irmão. Então neste natal não deixemos que os sonhos morram ao final do ano, já que são feitos listas infinitas de promessas que por vezes não são cumpridas e  nos frustramos quando percebemos que alguns sonhos não se realizaram. Ainda assim não se deve perder a fé, o sonho que não se realizou este ano , logo ali na frente se realizará.
Sonho que se sonha unido a Deus nunca há de morrer, nunca há de desfalecer. Usemos a fé e  o milagre da vida nossos sonhos vai realizar.

Paula Belmino
Texto para a revista Encontro de Marcas. Conheçam a Edição atual.




Foto de Alice por Graciela Lindner Fotografias 

Um comentário:

Babi disse...

Acrdito nisso também! Com Deus tudo é possível! <3 Bjs
Bárbara Pata