sábado, 23 de maio de 2015

Vermelho Sempre






Vermelho sempre
Cor de sangue
De vida, de calor , de amor.
Vermelho pra acordar
Pra por fogo nas coisas mornas
Trazer afago, aconchego
Pura paixão em torpor.
Vermelho para iluminar a pele
Pra trazer saúde e vigor
Acobrear nos lábios um sorriso
E na alma pura o amor dançar.

Paula Belmino

O vermelho é das cores mais intensas, mais fortes e que transmitem vibração, energia, luz e força. Eu sou apaixonada por vermelho, e se fosse para escolher uma cor que me representasse escolheria sempre o vermelho. Para uns pode mostrar agressividade, para mim me vejo de vermelho na garra, na luta por tudo, na energia que extraio do fundo da alma para vencer e me sentir nova a cada manhã.
Diziam antigamente que usar vermelho era bom para evitar mal olhado e era comum na idade média e renascença ver as pessoas amarrarem uma fita vermelha na cintura, na perna, no braço para simbolizar  cura , pois como a cor vermelha vinha do sangue trazia essa ideia, de vida, pois sangue simboliza vida. E era comum ver em quadros antigos crianças usando roupas de cor vermelha para evitar mal olhado e consequentemente evitar que o  "olhar do demônio" e era comum ver antigamente as mães usarem na saída da maternidade uma touca vermelha  e ou um sapatinho vermelho, dizia para dar sorte além de evitar os danos causados pelas pessoas de olhos maus. 
Eu confesso: Vim da maternidade com touca vermelha! Minha mãe tinha medo de que eu morresse, pois antes de mim ela perdera seus 4 primeiros filhos ainda nos primeiros meses, então eu vivi de vermelho e sempre sobre a superproteção de minha mãe. Se isto interferiu em meu gosto pela cor não sei, mas eu adoroooooooooo vermelho, vida, paixão, sangue e cor.
O vermelho é a cor da estação, e nas passarelas do mundo todo se mostra em vestidos e conjuntos  para todos os gostos e não fica de fora do guarda-roupa das crianças, pelo contrário tem sempre inspiração para elas, como no caso este look que a  Alice está usando, um trijunto da Elian coleção inverno 2015 para nosso editorial de hoje em parceria com a marca.





A Elian sempre investe em tecnologia em seus produtos sempre produzindo peças que deixem as crianças mais que bonitas, mas confortáveis e prontas para explorar o mundo em sua volta, brincarem e se sentirem livres em todos os seus melhores momentos. O conjunto de hoje vem com 3 peças , blusa em maga longa e shorts e colete em matelassê O Matelassê são tecidos que tem textura e sua superfície é cheia de pespontos que são costurados em forma de losangos que juntam o tecido, o enchimento, e o forro, deixando o tecido acolchoado com textura alcochoada e fofinha.
O efeito matelassê vem com tudo nesta estação, em jaquetas, coletes, moletons, calças, saias, vestidos e claro nas bolsas e calçados! E nosso ensaio de hoje
 Alice usa este lindo conjunto da Elian cheio de bossa e estilo fazendo jus aos últimos ditos da moda para kids e adultos. Pra arrematar o look usamos meias 3/4 com coturno , outra super tendência, que deixa o conjunto mais fashion para tardes frias, no cabelo uma boina e um ar pitoresco de França, bem brasileira, afinal por aqui o inverno deixa apenas um vento frio  e as noites e começo do dia enevoados, sendo assim apenas nossa interpretação do dia para falar mais da cor vermelha , de suas crendices e sobretudo de sua beleza exuberante












Alice usa:



Trijunto Elian
Coturno Pé com Pé Calçados
Meias 3/4 Lupo
Boina Beijinho
Bolsa em matelassê coração Vic&vicky


sexta-feira, 22 de maio de 2015

Dia do Abraço




Um abraço é mais que um encontro
É um beijo e afago
É momento calmo e sutil
Pra gente se sentir feliz



Um abraço é porto seguro
É onde a gente se acha
É uma conversa com sentimento
É amor, alegria e graça.




Um abraço é uma oração
Um massagear o coração
Um silenciar ou o bradar o amor
Um abraço é sonho que se realizou.




Abraço é palavra não dita
Mil poesias no corpo escritas, um toque de mãos
Abraço é encontro de almas
Que no calor de um instante se completam em paixão.

Paula Belmino


Alice usa:
Camisa Hering Kids
Legging Beijinho
Acessório Roana

Eu uso
Camisa Hering
Calça Lecimar

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Porque Amamos Flores





Amamos flores
Das rosas que perfumam
Aos encantados e pequeninos flor em botão
Dos jasmins delicados
Aos girassóis imponentes 
Que ao redor da luz sol girando vão.

Amamos flores
Hibiscos coloridos
Ou violetas na janela
No jardins de casa a flor da grama
Colorindo o dia da gente feito aquarela.


Dente de leão
Pequenas flores da estação
Até as mais singelas e daninhas
Importam a beleza e o afeto
E o que está em nosso coração.


Pois amamos flores
Sejam raras, ou do deserto
Sejam grandes, ou pequeninas margaridas
Uma flor de sabugueiro no terreiro
Um perfume de erva-doce ou camomila
Que no chá nos alivia

Amamos flores
das mais doces às mais exóticas
Pequenos lírios a brotar
Flores em toda parte
Basta a gente saber olhar e admirar!


Paula Belmino


Com esta poesia apresento mais um pouco da coleção outono inverno da Bugbee que se inspira no floral para trazer conforto e beleza para as meninas. Quem disse que só na primavera as flores são as queridinhas? Nesta estação elas estão com tudo e nessa estampa da Bugbee se anunciam feito aquarela num quadro pintado, como no jardim adornando, ou nos quintais de nossas casas se mostrando, nas praças a florescer, com o vento a balançar, fazendo sol ou chuva sempre belas a se mostrar, flores amadas, perfumadas, grandes, e delicadas. Muitas flores nos vestidos e outros looks queridinhos eleitos pela marca pra fazer sucesso por onde passar.

Conheçam um pouquinho da coleção com esta estampa para as kids até o tamanho 14 anos e boddlers do 1 ao 8









Alice usa Bugbee
Editorial Loja Bola Boneca Kids que revende a marca nas lojas em natal RN e Currais Novos RN

terça-feira, 19 de maio de 2015

Comer livros


Chegar da escola com vontade de ler mais é revigorante e saber que a aprendizagem é prazerosa quando se pode sonhar e imaginar mil coisas através da leitura é mágico e benfeitor. Hoje Alice trouxe o livro : Exercícios de ser criança de Manoel de Barros que fala justamente sobre a arte de aprender. com as palavras e na arte da poesia fazer peraltices. Um livro mágico que conta a história de um menino que descobriu a arte de escrever, a menina avoada que voava na imaginação ao brincar com seus brinquedos entre outras palavras do grande autor que fala á criança dentro de nós e no mundo mágico de nossa infância .

Gostar de ler é isto: chegar da escola e preferir ler ao almoçar.
Abrir um livro e esticar os olhos ao ler palavras novas a esticar-se no sofá.
É comer palavras e engolir sonhos, é fantasiar e enriquecer o vocabulário, é aventurar-se no novo e conhecer o mundo inteiro.
É preferir as páginas ilustradas à televisão animada, é dar voz aos personagens à ouvir música , é encantar-se com um livro escolhido por si própria e ir tomando cada vez mais gosto pela poesia , pelas letras em si.
Ler é exercitar o saber, é brincar com as palavras, é condição fundamental para crescer feliz.

É pleno exercício de ser criança!

Paula Belmino


Alice usa Elian

SINOPSE


Uma peneira, um caixote e duas latas de goiabada: quem seria capaz de construir um mundo a partir desses objetos? Duas crianças, duas histórias e muita fantasia farão desses objetos aparentemente despropositados personagens de um mundo mágico e, ao mesmo tempo, profundamente real.É Manoel de Barros, no seu melhor estilo, extraindo poesia daquilo que é supostamente vazio; compondo os seus "milagres estéticos" com o carinho de quem pinta uma obra de arte; bordando a palavra com a mesma devoção com que a família Diniz Dumont elabora as imagens do livro.Através de duas histórias - O menino que carregava água na peneira e A menina avoada-, elas mergulham no imaginário infantil e nos revelam toda a poesia e o lirismo que estão por trás daquilo que os adultos costumam chamar de ingenuidade.Exercícios de ser criança é uma obra que fala direto ao coração da criança e da criança que há dentro de cada um de nós.

DADOS DO PRODUTO
título: EXERCICIOS DE SER CRIANÇA
isbn: 9788528103502
idioma: Português
encadernação: Brochura
formato: páginas: 48
edição: 1ª

autor: Manoel de Barros

Conhecendo um pouco do autor:

Manoel Wenceslau Leite de Barros nasceu em Cuiabá (MT), em 1916. Ainda novo, foi morar em Corumbá (MS) e mais tarde iria para o Rio de Janeiro, para fazer a faculdade de Direito. Viajou pela Bolívia e Peru, morou em Nova York, captou em cada um dos lugares por onde passava um pouco da essência da liberdade, que aplicaria em suas poesias.

Apesar de ter publicado o primeiro livro em 1937, o “Poemas Concebidos Sem Pecado”, o primeiro livro que escreveu acabou nas mãos de um policial. O jovem Manoel fez a pichação “Viva o comunismo”, em um monumento, e a polícia foi em busca do autor da ousadia. Para defendê-lo, a dona da pensão em que vivia disse ao policial que o “criminoso” em questão era autor de um livro. O policial pediu para ver e levou o livro. Chamava-se “Nossa Senhora de Minha Escuridão" e Manoel nunca o teve de volta.

Formou-se em Direito, em 1941, na cidade do Rio de Janeiro. E já no ano seguinte publicou “Face Imóvel” e em 1946, “Poesias”.

Na década de 1960 foi para Campo Grande (MS) e lá passou a viver como fazendeiro. Manoel consagrou-se como poeta nas décadas de 1980 e 1990, quando Millôr Fernandes publicava suas poesias nos maiores jornais do país.

Manoel é normalmente classificado na Geração de 45 da literatura. Trabalha bastante com a temática da natureza, mais especificamente, o Pantanal. Mistura estilos e aborda o tema regional com originalidade.

Outros livros do autor são: ”Compêndio para Uso dos Pássaros”, de 1961, “Gramática Expositiva do Chão”, de 1969, “Matéria de Poesia”, de 1974, “O Guardador de Águas”, de 1989, “Retrato do Artista Quando Coisa”, de 1998, “O Fazedor de Amanhecer”, de 2001, entre outros.

Alguns dos prêmios que o autor recebeu: “Prêmio Orlando Dantas”, em 1960, ”Prêmio da Fundação Cultural do Distrito Federal”, em 1969. “Prêmio Nestlé”, em 1997 e o “Prêmio Cecília Meireles” (literatura/poesia), em 1998.

Manoel de Barros morreu no dia 13 de novembro de 2014.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Dos Cuidados Diários



Cachos de Terça
Cachos de Sexta
Cachos de seda
Longos cachos

Grandes olhos
E belos
Belos cachos
Belos olhos

Negros cachos
Olhos negros
Como olha
me olha

Belo sorriso
Como sorri
Como há beleza
Há beleza em toda parte

Como lhe fito
Lhe procuro
E como é bom
Nossos olhares se encontrando

Olho, procuro, disfarço
Dou bandeira
Viro as costas
Me perco

Queria ao menos
Saber o nome
De quem pertencem
Esses cachos.

Crislambrecht

Para cuidar dos cabelos das meninas com cabelão, principalemnte com cachos como os de Alice é preciso muita hidratação, uma boa lavagem com produtos que não irritem o couro cabeludo e ter o cuidado de que sejam hipoalergênicos para evitar irritação da pele e ardor nos olhos. Depois de uma boa limpeza com xampus específicos para a idade da criança , deve-se usar o condicionador que protege os fios, amacia e revigora dando força e protegendo das agressões e uma vez por semana ou quando necessário aplicar uma máscara com aplicações de um creme  gotas de óleos  vegetais, puros, evitando os óleos minerais que são ricos em produtos químicos e causam irritações . Se o cabelo for oleoso evitar aplicar na raiz. Na hora de pentear usar a escova com os cabelos ainda úmidos e um pouco de creme desembaraçante e que ajude a pentear, os sem enxágue, se forem cacheados como os da Alice pode finalizar com um pouco de creme nas pontas, e um pouco de reparador de pontas quando seco para evitar o friz. 
Cuidando assim os cabelos crescem bonitos e saudáveis e é preciso nunca descuidar da boa alimentação rica em vitaminas , como frutas, verduras, legumes e muita água.



Os produtos mar & Mel cosméticos são naturais feitos á base de óleos vegetais e comprovado cientificamente que não irritam a pele, e além de um cheirinho agradável cuidam a fundo dos fios capilares e do couro cabeludo sem parabeno e outras substâncias que podem causar danos á saúde da pele infantil



A linha Peu Wee é elaborada com perfume suave que deixa a criança com cheirinho refrescante por muito tempo, além de xampu, a linha tem condicionador, creme sem enxágue, sabonete em barra, sabonete líquidos e creme hidratante para a pele.
A Mar & Mel Cosméticos também desenvolve sobre encomendas produtos  originais e exclusivos para lembrancinhas de festas, aniversários, chá de bebês etc... Olhem só que gracinhas essas duas ideias?

E esta semana a Mar & Mel Cosméticos está com promoção no site para a linha de xampus e condicionadores adulto
 olhem só:



Para oferecer o melhor para seus convidados levarem para casa entrem em contato com a empresa e criem juntos produtos diferentes, com referência no mercado e garantam uma lembrança significativa e com ótima qualidade









Para comprar:
http://www.solidarium.net/loja/marmel

**Fotografia da Alice por Juliê Freitas
Alice usa Dedeka

domingo, 17 de maio de 2015

Lagoa Nova: Cidade Rainha

 


Ah! Minha Lagoa Nova
Quanto amor por tua terra
Pelo teu céu infinito azul
Por teu ar puro desde o poente até a aurora.
Tua lagoa com suas garças
As meninas e meninos na praça
Conversando e brincando de passa anel.
Ah! como amo teu céu!


Ainda há um pouco de verde que pinta por trás das pequenas casas
A saudade porém já no peito se instala
Ansiando os cajueiros floreando
Cores vermelho e amarelo despontando
Quando ao subir a serra vamos
E nos saboreávamos do doce cheiro de paz.
Ah! tempo que não volta mais!

 

As plantações de milho e o gado nos pastos
As juremas em festa quando o sereno chega na serra
E mil pardais pela manhã
E ao fim da tarde as andorinhas revoando
Sobre a torre da capela central
Olhando assim ninguém diz
Que este povo daqui é o mais feliz!


Ah! Lagoa querida tu já não és a mesma
Mesmo que teu povo ainda morra de saudade
E que se grite em alto e bom som com doce voz: Volta  tempo!
Só perduram as lembranças do meu tempo de criança
D mulheres a varrer os terreiros
Do cheiro de café pilado no quintal
Da pamonha feita em casa, da canjica e do mingau
Tempo que há muito ficou para trás
Lagoa Nova te amo demais!


Sobeja a lembrança dos  meninos a jogar biloca
E quando chovia correndo soltos pela rua
Depois do banho de chuva iam pra casa se cobrir na rede
E esperar as  mulheres fazerem beiju e tapioca
Costurando roupas pra seus filhos
Contarem lindas histórias de invenção.
Ah! Lagoa Nova não muda tanto não!


Hoje o verde dá lugar à tecnologia
As brincadeiras ao computador e á televisão
Tuas praças morrem sozinhas
Tua lagoa sofre á míngua
Tua baraúna e gameleira caídas estão
E quem nasceu em teu berço e cresceu com teus sabores
Sente também solidão.
Ah! minha terra, não quero te esquecer não!



Quero contar aos filhos muitas histórias
Quero voltar no tempo de outrora
Quero guardar a cidadela no peito
Que tu cresças para o bem minha rainha
Na serra sejas próspera , mas sempre pacífica
Que só perdure a bondade
Nas tuas ruas as crianças a cantarem e a gargalharem
Ah! Lagoa Nova  tu és paz e amizade.


Homens trabalhem e façam o bem.
Que nunca falte quem diga:
Lagoa Nova querida a ti te quero bem
Aqui achei pouso seguro
Teus braços de amor puro me sustentou
E me faz te amar a cada dia.
Ah! Lagoa Nova exala aos teus habitantes  perfume de flor
Tu es minha rainha, meu sonho de paz e de amor!



Paula Belmino


 *As imagens ilustram alguns lugares e momentos de nossa cidade que não pretendemos que as pessoas esqueçam: as praças, os sítios, os cajueiros, igreja matriz, crianças brincando nas ruas pacata sem medo da violência.
  1. Lagoa Nova é um município serrano, localizado na microrregião da Serra de Santana, mesorregião Central Potiguar, estado do Rio Grande do Norte. 


  1. Hino de Lagoa Nova:

A Lagoa se pinta de amores
E brilha em luz refletida
Em cajus coberto de flores
No verde em distante subida
Em areia de todas as cores
No azul da serra que é vida
Em areia de todas as cores
No azul da serra que é vida
Pro seu povo é terra prometida
Com seu clima hospitaleiro
Abençoa os seus filhos ordeiros
Na batalha da estrada da vida
Respeitando a Fé o progresso
Lagoa Nova, cidade querida.
Lagoa Nova, Lagoa Nova,
Da Serra de Santana é a Rainha
Lagoa Nova, Lagoa Nova,
No azul da serra que é minha.


Brasão da Bandeira



quinta-feira, 14 de maio de 2015

Pintando Corações





Num dia cinza
Frio na alma
Tudo é silêncio
E a penumbra se instala.

Um dia sem graça
Sem sol e sem cor
Pinto corações
Encho o mundo de amor.

Esbanjo o que a vida oferece
Mesmo se o dia já fenece
Faço uma prece
E pinto corações pra ver se algo sorri.

Vestindo amor
Pintando paz e claridade
Inundando o mundo de sorriso
E com muitos corações pintar  a felicidade

Pois quando o dia se vai
E a noite já vem despontando
Numa tela pintada de mil corações
O amor irradia e o mundo vai transformando.

Paula Belmino

*Poesia inspirada no nosso ensaio em parceria com a marca Beijinho que trás nesta coleção inverno esta linda estampa de corações, bem romântica para deixar os dias mais belos, além de manga longa pra espantar o friozinho, vem acompanhado de colete em pelo (fake) que dá estilo e aconchego para os dias de inverno, deixando as meninas mais estilosas. Com babadinho na saia e em malha confortável é pedida certa para agradar  as meninas e encher o dia de romance e amor.

E quem disse que para usar vestidos precisa ser com sapato, sandália ou sapatilha? Usamos aqui na composição o sneakers da Pé com PéCalçados que em tom suave que deixa o look mais casual e informal cheio de atitude para meninas estilosas. Arrematamos o look com touca em tricô bem urbana, um look de rua para as meninas esbanjarem charme por ai.

Confiram as fotos: