quarta-feira, 23 de agosto de 2017

O Pacto do Bosque (Dica de Livro)





Uma história linda sobre amor e amizade, sobre gratidão, que desperta a curiosidade das crianças.
No ensinando a nos colocar no lugar do outro, a sermos solidários, e não medir esforços para fazer o bem sem olhar o quem, sem olhar as dificuldades e os obstáculos. vencendo o medo, a indiferença.
Esse é o livro: O Pacto no Bosque que  começa assim: 
A mãe de Paula e Gustavo conta todas as noites histórias para os dois antes deles dormir, e as crianças pedem sempre a mesma a da floresta, aquela em que dois coelhinhos e acabam por salvar uma loba que está desconsolada pois vai ter em breve seus filhotes e não sabe como fazer pois ficou cega.


Os coelhinhos são Lambe-lambe e Orelhinha, dois pequenos coelhinhos que adoram descobrir as coisas, orelhinha tem esse nome por suas enormes orelhas e Lambe-lambe porque tudo que vê pela frente sai lambendo, colocando na boca, o que é natural nos bebês.

Quando desobedecem a mãe , se perdem na floresta e acabam por encontra uma enorme loba prestes a da a luz. Lambe-lambe a ajuda, e essa por sua vez agradece, e recompensa levando-os de volta para casa, para perto de sua mãe, mas não antes de fazerem um pacto de para sempre serem amigos lobos e coelhos.
A história termina com a mamãe de Paula e Gustavo recontando pela milésima vez o mesmo final de amor e alegria, vendo os filhos dormir em paz.

Uma história linda escrita por Gustavo Martín Garzo e ilustrado por Beatriz Martín Vidal, traduzido por Márcia Leite  e publicado pela Editora Pulo do Gato, nossa parceira. O livro chegou aqui encantou as crianças aqui em casa, pois sempre abrimos as portas e nossa varanda para elas lerem, o que cada dia tem me feito feliz e ver a semente brotando. É só encontrar as crianças na rua, ou os ex alunos na escola e me pedem: _Tia quando vai ter leitura na sua casa? Tia quero ir de novo ler. E assim os livros vão cumprindo o papel de semear ternuras, esperanças, e o gosto mágico de ler e fantasiar.



Os livros não ficam apenas aqui e logo vão passear na escola e com eles aliamos os temas e conteúdos trabalhados de forma lúdica, com liberdade para imaginar e sonhar, sem ser pedagogicamente correto, mas dando vazão ao pensamento da crianças , as suas próprias reflexões e idealizações 
Estamos trabalhando o tema família e um capitulo do livro didático traz diferentes tipos de família, os valores, o que aprendemos como nossos pais , costumes, e regras, maneiras de olhar. Por fim numa maneira de incentivar as crianças a se perceberem diferentes na igualdade, sejam elas filhas de pais separados, criados pelos avós, tenham a mãe solteira, todos nós temos uma família, seja adotiva, seja amigos, e assim esse livro chegou na hora certa levando as crianças a perceber que num grupo familiar o importante é o amor.


Na escola li a história, as crianças puderam ler, observar as imagens, reescrever, dar suas opiniões sobre o tema trabalhado. Aula divertida, lúdica, com temas abordados de forma sutil e com ênfase no ler, escrever e viver a poesia da história.

Vejam algumas atividades das crianças:










Posteriormente trabalhamos ortografia com ditado das palavras com LH encontradas no texto, e elas pesquisaram outras com NH e CH, pois por vezes fazem trocas nessas letras ou fonemas, mas sem deixar que vivenciassem antes toda beleza do texto literário, sem fins de apenas ler e realizar tarefas de ortografia ou gramática.


O livro: O pacto do bosque está entre os 30 melhores livros infantis de 2016 escolhido pela Revista Crescer, e também recebeu o Selo altamente recomendável 2016 pela FNLIJ além de ser destaque na Revista Emília em 2015



Para adquirir o livro:



https://editorapulodogato.lojaintegrada.com.br/o-pacto-do-bosque


Sr. Chacal: Noite de galo



Mais um lançamento de nossa parceia Editora Biruta, dessa vez
SR: Chacal: Noite de Galo


Este conto, ocorrido numa antiga aldeia do Oriente Médio, narra a trajetória do Sr. Chacal, respeitável cidadão que se arma de argumentos, astúcia e força para arquitetar uma vingança. Ao final da história, com momentos dignos das mais lindas fábulas, fica a mensagem: o vingador, mesmo alcançando seus intentos, jamais consegue se livrar da própria consciência.
Sr. Chacal: noite de Galo é o livro de estreia de Elissa Khoury Daher que graças ao encanto de sua história, à riqueza de sua narrativa e de suas ilustrações, enriquece a literatura infantojuvenil brasileira. Com grande talento para a escrita, a autora acrescenta magia, cores e sabor a um episódio que foi recontado por gerações e que realmente ocorreu com sua bisavó num longínquo vilarejo do Líbano, país de origem de sua família.

As belas aquarelas de Rubens Matuck completam o encanto do livro. A obra é apresentada em versão bilíngua, português/árabe.

Já está disponível na loja virtual!


http://lojabirutagaivota.com.br/sr-chacal-noite-de-galo

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Cadê o folclore que estava aqui?









Cadê o quintal enfeitado?
Cadê o brinquedo que estava ali?
Quem queimou a panela e não anda mais a cavalo?
Essa astúcia não foi do saci!

Quem cortou o verde e derrubou as árvores?
O Curupira assustou,
Quem botou fogo na mata?
com seus pés para trás Caipora se desviou.

O que aconteceu com os peixes da lagoa
e as brincadeiras antigas?
Mãe d'água guardou no fundo do rio
junto com as lavadeiras e suas cantigas.

O tempo não tá pra peixe
no rio nem se pode mais nadar.
Cadê o rio limpo onde os peixinhos nadavam?
Sereia sozinha ficou lá a chorar.

Na floresta os bichos todos acuados,
com as lendas vão se perdendo,
Boitatá, cobra de fogo
Ninguém mais por lá está vendo.

As crianças de hoje em dia
não brincam mais de ciranda
Tingo Lingo Tingo, Tô no poço
a roda da vida é que vai girando.

Cadê o anel que tu me deste?
Era de vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
virou foto no computador.

Onde andam as crianças
à noite toda ouvindo estórias?
com medo da cuca, do bicho -papão
O papafigo mandando embora?

É um tempo diferente
lendas, mitos e cirandas
brincadeiras antigas, costumes
pra frente todo mundo é que se anda.

E deixam para traz
sereia, saci, e Lobisomem
o repertório popular mudou
Ou quem mudou foi o homem?

Folclore é cultura, é costume popular
crendices, passatempos, cantigas de ninar
Vamos todos juntos na ciranda
não deixar que venha se acabar.

O momento de juntar a família
pra boas histórias contar
os pratos saudáveis na cozinha
para os filhos ensinar.

As brincadeiras nos quintais
fazer adivinhação admirando a lua,
brincar de roda e de peteca
Que o folclore viva, na minha e na sua rua!


Paula Belmino


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

O Flautista Mágico








Toda alma é uma música que se toca. Rubem Alves

É preciso levar poesia

Plantar a semente da esperança

Incentivar à leitura
Garantir oportunidade de imaginação fértil
Tocar a alma das crianças
É preciso urgentemente ler para as crianças
e cantar para elas, o sopro de vida.


 Paula Belmino 


Hoje levei a estória de Rubem Alves O Flautista Mágico  para as crianças do espaço cultural na aula de flauta doce. 


O professor Francisco Aprigio tem feito um trabalho lindo de iniciação musical, na arte de sensibilizar, de apropriar-se da música na infância, de desenvolver a inteligência musical,entre tantos outros benefícios que a música é capaz de fazer na nossa alma, cognitivo, e eu não poderia deixar de incentivar as crianças a sonhar, a amarem a música. E eu quis colaborar de certa forma e também agradecer ao professor pelo belo trabalho, pois a Alice também é aluna da flauta e tem se desenvolvido bastante em todos os aspectos, fui incentivar as crianças a amarem a música, a estudar , a sonhar, através da literatura, lendo um livro, contando uma história obre um flautista, um flautista mágico.
O livro : O flautista mágico  de Rubem Alves com ilustrações de Paulo Branco mostra de forma lúdica, o poder do sonho.
Conta que num lugar distante, o Sr SOl era acordado com música, as pessoas em procissão levantavam cedo tocando violas, pandeiros, flautas e assim acordaram o sol. As crianças dormiam sempre alertas com medo de perderem a hora, pois sabiam que o Seu Sol só acordaria com elas tocando.
Um dia algo terrível acontece, chegam grandes monstros que impedem a música, o canto, e dizem que eles não vão mais poder usar instrumentos, eles são proibidos. Uma criança ainda pergunta , mas e como vamos acordar o sol? Eles logo explicam que ninguém mais vai precisar do sol, para isso haverá energia elétrica, e assim as pessoas se ocupam de trabalhar para passar o tempo. Até que um dia de uma colina desce um pequeno flautista... O que acontecerá? Quem será? O que os gigantes monstros farão? O que o povo sentirá?
.
Uma história linda que fala de esperança, de música, de beleza, natureza e sonho. 
E também como hoje acontece o eclipse fica a dica para as crianças saírem da tela da tvm ou celular e se aproximarem mais da natureza, observar o céu, tocar uma canção, ouvir o som dos pássaros, estar atentas à vida.
.
Amanheci meu dia com a missão cumprida!



Eles já estão encantados!!!




Depois de ler e conversar com as crianças ainda doei alguns livros da Paulus Editora que recebi da amiga Eliete Marry pro Espaço Cultural de nosso município que atende muitas Crianças com esporte, música, arte e agora terá um cantinho de leitura nas horas ociosas para que as crianças e jovens possam ler, imaginar, e sonhar.
Livro e música. Tem algo melhor?



Ainda vimos um pedacinho da aula




Sobre o Livro

 "Muitos e muito anos atrás, do outro lado do mar havia um país diferente: ele tinha um sol como nenhum outro. O seu sol gostava de música... e gostava tanto que, o povo, lá embaixo, não tocasse músicas, pedindo que ele acordasse, ele continuava a dormir.


O flautista mágico
Rubem ALVES
Formato: 16cm x 23cm
Peso: 0,124 kg
Código do livro: LIV.00655
Código ISBN: 9788515003785
Data da Publicação: 16/05/1986
nº de páginas: 48

Sobre o autor:



Rubem ALVES
Educador, escritor e psicanalista, doutor em Filosofia pela Universidade Princeton (EUA) e professor emérito da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faz magia com as palavras e possui um estilo inconfundível. Tem escrito sobre temas que navegam pelo universo da Sociologia, da Psicanálise, da Filosofia e da Teologia. O escritor é mineiro de Boa Esperança e vive em Campinas (SP). 

Para comprar o livro:

https://www.saraiva.com.br/o-flautista-magico-387763.html

sábado, 19 de agosto de 2017

Quando chega o inverno





Quando o inverno chega na alma
faz frio, são cinzas os dias
de solidão e silêncio.

Lágrima rola no olhar
choro de saudade
ânsias dos dias de sol
e alegria.

O inverno no entanto, passa,
como a erva que seca e cai
ansiando o renascimento.

Na terra a erva estendida
águas de inverno lhe fecundarão
e logo a primavera chegará,
flores brotarão no olhar.

Não há inverno que resista,
se há esperança no coração.

Paula Belmino

 Nossa inspiração nos dias de inverno com esse look da Look Jeans para os dias amenos: Vestido em Jeans com estampa de estrelinhas e mangas longas traz conforto e charme para as meninas estilosas. E se esfriar de vez, é só colocar o casaco sobretudo bem quentinho em material soft pra dá aquela aquecida necessária pra criançada não passar frio.
O casaco em conjunto com o vestido fica lindo, e ainda podem compor outros looks, seja o sobretudo com meia e short, ou com calça, o vestido com botas, ou meias 3/4
Alice amou e já está aproveitando por aqui nos dias frios que tem feito na Serra de Santana.
Confiram e logo mais tem outras fotos do ensaio com a Look Jeans






Entra no site da Look Jeans e conheça toda coleção

http://www.lookjeans.com.br/

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Tua voz



Ao som da tua voz posso sentir
mil estrelas a falar comigo,
as águas do oceano a me cobrir,
pássaros  a me envolver na mais doce melodia,
o tempo voltar.
Ao som da tua voz
me transporto para outra dimensão,
e ainda é aquele tempo, amor,
quando dizíamos palavras doces,
 saídas do coração,
ou até mesmo as palavras desconexas,
torpes, e delirantes
à hora do prazer exato.
As palavras eram canto, acalanto,
frenesi.
Volto no tempo sempre a sentir,
se tua voz me fala ao pé do ouvido
o sonho, a loucura, o devaneio.
E se o coração chora e cala
na solidão, te busco 
só pra ouvir o som de tua voz,
e revolver o passado,
incendiar-me em constelações.

E sim, meu amor, ao som de tua voz,
sou a terceira sinfonia de Bach.
Prelúdio,
 como na primeira noite e
desde então, minha alma se dispôs
para sempre, te amar.

Paula Belmino




quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Mar na Alma








Maresia
mar,
mareia.

Borbulhas,
brumas brancas de amor
é alma da sereia.

É de seus olhos
o choro marino,

ondas que vão e vem,
 beijam a areia,
a maré cheia.

E sua alma é  saudade,
mareja.
Chora o anseio de voar 
e em noite de lua cheia,
ser estrela do céu 
e não sereia.


Paula Belmino




Alice usa camiseta Dedeka em fluity com proteção solar 50 UV-A UV-B com estampa sublimada de tucano, que além da beleza traz o cuidado necessário nos dias de sol na praia.

A Dedeka na sua coleção Summer 2017/2018 investe em tecnologia e qualidade que garantem segurança aos pequenos quando expostos ao sol. Além desse modelo com estampa de tucano, a marca dispõe de muitas outras lisas, com cores variadas, com estampa que brilha quando exposta a luz solar entre outras novidades





Conheçam mais e adquiram conforto e cuidado para os dias de verão na loja virtual