domingo, 29 de março de 2020

Ínfima esperança






Há ainda um sonho,
Para a branca flor
Imóvel, aberta à espera
De um anjo de asas
cândidas e translúcidas
a suscitar vida.

Este anjo borboleta
sobeja serenidade
se achega,
E pousa esmorecida.

Suas asas semeiam paciência
E num breve momento
Sóbrio e de paz
Acontece a florescência.

Ínfima esperança
no êxtase de um beijo
a mudar o tempo
a suscitar vida.

Anjo borboleta
Carrega a luz
na pequena asa florida.

E a mórbida flor
de cor esmaecida,
Cura-se de toda dor
Sara suas feridas

Para quem sabe, ser
noutro tempo,
uma flor colorida.


Paula Belmino

Nunca deixemos morrer a pequena esperança dentro de nós, que com um sopro de vida, virá nos transformar , um tempo melhor, um novo ar.
Um anjo venha nos visitar!!




sexta-feira, 27 de março de 2020

Poesia é alimento






"Sete dias da semana,
sete dias sem te ver.
Com mais sete dias distante,
não sei o que vou fazer. "


Eloí Bocheco




Para esses dias de quarentena:
Café, bolo e poesia.
Tarde de alegria com bolinho de cenoura feito por Alice, mesa posta por ela , mesa bem  arrumada, e já que a vovó não pode vir, vamos mandar um pedacinho para ela junto com a releitura do livro de brincar com matemática e poesia de Eloí Elisabete Bocheco

Rimas e Números ilustrado por Márcia Cardeal

Pela Editora Cuca Fresca Cuca Fresca

quinta-feira, 26 de março de 2020

Receitinhas de Amor




Bolinho de Chuva

Para adoçar a tarde
Cheiro bom de canela
Bolinho de chuva a dançar
Bem no fundo da panela.

A receita é simples
Ovos, leite e farinha
Amido de milho e açúcar,
Do fermento, uma colherzinha.

Mistura tudo muito bem
Põe as bolinhas pra fritar
Depois passa no açúcar com canela
Para mais doce e perfumado ficar.

Um café quente na xícara
Ou um suco bem gelado
Bolinho de chuva combina com tudo
Deixa o paladar adocicado.

É feito com muito amor
É cheiro de infância,
Ritual das avós ao fogão,
A mais doce das lembranças.

Paula Belmino

quarta-feira, 25 de março de 2020

Aproveite cada tempo





Cada tempo dedicado
a gente mesmo
Deve ser aproveitado para
autoconhecer-se
e experimentar a paciência,
exercitar a força interior e
a capacidade de reiventar-se.
Da fragilidade se faz a força,
Da prisão nasce a liberdade,
Do mal se faz o bem.
Só há Vitória com luta.
Aproveita o tempo a sós
para te conhecer melhor

e viver as boas lembranças dos que, 
por hora não estão ao teu redor.
E na construção de um ser e um mundo melhor
Sê tu criativo, responsável e mais humano,
 tendo a empatia de afastar-se para depois com muita alegria
 estar em multidão.
Resguarda-te por este tempo,
para que em breve,
 possas abraçar os que estão distantes
 e recriar uma nova história,
um novo tempo!
Por agora, segue confiante,
transformando a solidão em fé,
A ausência em cuidado.
Deixa nascer dentro de ti ,
um ser melhor e mais vivo do que nunca
para ser feliz
acima de tudo, feliz!


Foto da Alice, Hadassa e a vovó Cicera Simões!
Esta é mina participação na Blogagem Coletiva do blog Filosofando na Vida

Escolhi esta imagem


Um coração abraçado que representa a nossa vida, a quem amamos. Que possamos cada um passar por essa pandemia com força e saúde, e que Deus guarde cada família no mundo.

Deixo também um vídeo de uma canção que canto e a Alice grava



quinta-feira, 19 de março de 2020

Todos contra o Coronavírus. O poder está em suas mãos

                                                   

Não seja descuidado
Use a consciência
Contra o coronavírus
Que causa morte, terrível doença!

Tem sintomas parecidos à  gripe
Tosse seca, febre e cansaço
Mas não tem cura, nem vacina
Por isso  é  preciso cuidado!

Seguir as recomendações
Do ministério da saúde:
Lavar bem suas mãos
É a melhor  das atitudes.

Fazer movimento de vaivém
Esfregar entre  os dedos com água  sabão
Não esquecer as unhas e o punho
Contra a COVID-19 é  preciso atenção .

Usar lenços descartáveis
Tomar muita água e repousar
Ficar em casa
Para não se contaminar.

É  preciso cuidar da saúde
Usar máscara, se estiver gripado
Tossir na parte interna do braço
 evitar abraço e lugares aglomerados.

Limpar bem os utensílios
Manter higiene pessoal
Usar o álcool em gel
O vírus Corona  é real .

A COVID-19 ainda não tem vacina
Por isso vale a prevenção
Para  preservar a vida
Se valer da boa informação. 

Não abraçar, não beijar
Ou pegar na mão
A vida é  muito cara
Para se perder por pura opinião .

Cuide de si e de quem  ama,
Idoso  criança ou  adolescente,
Um vírus tão  pequenino
Não pode ser maior do que a gente.

Paula Belmino




Arte de Júnior Caramez com devida autorização do autor!

terça-feira, 17 de março de 2020

Chover Poesia





Chove poesia
um temporal de alegria
muito encanto e magia.

No céu de brigadeiro
onde voavam pássaros alados
agora dançam  nuvenzinhas
se desfazem a brincar.

Despencam  serenamente gotinhas
e a menina com seu guarda-chuva
inventa de chover poesia
e com os sapos vai cantar.

Paula Belmino

Momentos de muito encantamento no Sarau em celebração ao dia da Poesia em que meu livro: A Menina Que Sabe Chover com ilustrações de Francisco Dam, pela Editora InVerso foi mais uma vez lido, relido e vivenciado a poesia na prática na Escola Municipal Antônio Basílio Filho em Parnamirim-RN


As crianças leram fantasiadas, encenando com os personagens trajados como sertanejos


Professores também leram, e brincaram com suas crianças fazendo som de chuva e trovão


Maria, a menina que sabe chover, levou água na moringa, enquanto o sertanejo carregava a lata d'água


guarda-chuvas pingavam água, e choveu de verdade a manhã inteira na cidade, tanto que faltaram crianças


Tive a honra de dividir a mesa com o mestre cordelista Acaci que encantou as crianças com sua cantiga ao violão, e a contadora de histórias Daluzinha Avlis  que também contou uma história de sapo, contextualizando com a poesia  Sapo Julião de meu livro


A mediadora Vânia me recebeu com muita alegria, num cenário preparado por ela e Erica e a equipe da escola


Também conversei na Biblioteca da Escola, com as crianças do 5º ano, recitamos, ouvimos poemas e respondi a entrevista deles e nos emocionamos.





Vejam mais:





E você ainda não leu A Menina Que Sabe Chover?
Aproveite a promoção da Editora Inverso e  adquira pelo site com 40% de Desconto até o dia 30. Basta entrar no site e inserir o cupom de desconto #MESDAMULHER2020

 Com frete incluso o livro ficará menos de 30 reais. Aproveite! Clica na Imagem




Também saímos no portal da Prefeitura de Parnamirim
vejam:




quarta-feira, 4 de março de 2020

Arte e Literatura na Hora de Dormir




Flores passeiam
no azul do dia,
fabricam coloridos
silêncios,
como se fossem lenços
de seda e ar.

Roseana Murray

Flores exalam
Perfume ao jardim
Cantam cantigas
ao vento
Segredos,
Como se fossem notas musicais
a ninar nossa alma.

Flores dos pés a cabeça

a poesia para se cobrir
e adornar a alma.
Um jardim para se vestir.

Paula Belmino




É assim que chega a coleção Dedeka com parceria com o Instituto de Leitura Quindim Clube Quindim . A coleção assinada pelo artista Roger Mello e traz pijamas, camisetas, pantufas, babadores e bodys com as estampas do livro Jardins escrito pela poetisa de Roseana Murray





São peças que incentivam a imaginação e o contato com a natureza , educando as crianças para a poesia do olhar.

Além disso, toda parte da renda obtida com as vendas dos produtos é destinada ao Instituto de Leitura Quindim que será revertido em atividades de incentivo à leitura, formação de leitores.

A caixa da #instadedeka nos trouxe a poesia de Roseana com flores que passeiam... Sim vieram passear na minha memória afetiva, pois tenho amor por este livro Jardins publicado pela Global Editora

Além de amar flores e tudo que nos traz suas cores e perfumes.
Virei um jardim com flores de felicidade.
.
Alice amou! É logo mais temos ensaio por aqui.


De toda magia eu só sinto muito: não caber nessa poesia de vestir!! Mas pensando bem, não cabe meu corpo, mas meu espírito já se veste de poesia e flor faz tempo, e a #DEDEKA veio apenas regar meu jardim.
Obrigada!!
.
Aproveitem para vestir poesia e promover este lindo projeto social de fomento à leitura.
As peças já estão na loja virtual da Dedeka
.