segunda-feira, 2 de maio de 2016

Flor de Maio


A flor de maio surgiu
Não é a primeira
É de toda cor e perfume
É jardineira
é bela rosa
Cravo paixão
É margarida
Tulipa.
No vaso pequeno botão
A flor de maio
Se abriu
Deixa no olhar a doçura
No ar o perfume a exalar 
E perfumar o coração;
Flor poesia a declarar
Natureza em festa
Para a rosa flor em maio brotar.

Paula Belmino



Já estamos em maio, mês das mães, mês das noivas, mês das flores,e  claro não pode faltar cor e perfume em nossas vidas a começar pela poesia e nos momentos delicados de festa em família
Hoje a Hadassa veio ler com a Alice e brincar , e claro para comemorar o mês que se inicia teve a leitura do livro de Eloí Bocheco pela Editora paulinas: Cantorias de jardim.
O livro reúne um grande jardim florido com doces poemas que cantam e exalam lembranças da infância e aludem ao respeito para com a natureza, incentivando o cuidado e o cultivo das flores, além claro de repertoriar o vocabulário, levar a criança a refletir sobre as plantas e os tipos de flores existentes. Como aconteceu hoje aqui. A Hadassa tem apenas 4 anos , mas é muito observadora e vendo o vaso com flores logo quis saber porque uma estava "destruída" sem cor, já que as outras belas e altivas se insinuavam aos beijos , aproveitei para conversar com elas sobre o ciclo da vida das plantas, que todo ser vivo, cresce, reproduz depois morre, mas não se vai para sempre, pois deixa sementes que precisamos saber plantar e semear.
Uma manhã linda de leitura e aprendizado.

Assiste só o vídeo e por favor se inscrevam em nosso canal no youtube, lá a Alice sempre deixa dicas de livros



Para saber mais sobre o livro e adquirir:

Cantorias de Jardim reúne 21 poemas, em que cada um é dedicado a uma flor: rosa, margarida, açucena, jasmim, hortênsia, amor-perfeito... Mais do que ressaltar as qualidades marcantes de cada flor, Eloí inventa situações cruzando insetos, bichinhos de jardim, corredeiras, lagos, rios que atuam como coadjuvantes na construção das imagens idílicas da poeta. São poemas repletos de imagens. Há um estouro de figuras de linguagem, de pensamento, de harmonia... há um estouro no uso de recursos linguísticos: cruzamentos, aliterações, repetições, metonímias, intertexto, comparações. Parece uma festa de palavras e imagens. Impossível não se render ao mel escorregadio das poesias de Cantorias de jardim. Sem dizer mais sobre a estética impecável dos poemas, a elegância, a graça, a suavidade das palavras e das cenas são um devaneio de aromas. Dá pra sentir que cada palavra, cada pontuação foi cuidadosamente bordada pela tinta da caneta da poetisa. As ilustrações são de Elma que também se renderam à delícia que é passear por um jardim de poemas para as flores.
https://www.paulinas.org.br/loja/cantorias-de-jardim

3 comentários:

Toninho disse...

Linda flor de Maio.
Que venha reacender nossas esperanças.
Belas imagens.
Abraços Paula

✿ chica disse...

Adoro essa flor, adoro te ler! Lindo dia! Beleza sempre aqui! bjs, chica

Eloí Bocheco disse...

Alice e Hadassa são encantadoras! Muitos beijos, queridas! Obrigada!!!! Que maio seja lindo florido!