quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Dia da Bailarina


Ser bailarina
Dançar na ponta do pé
Flutuar no ar, beijar o céu
E ser tudo que quiser.
Pássaro alado
Anjo a voar
Tocar as nuvens
Bailarina a bailar.
Elevar-se em delicado movimento
e agachar-se em pliê
É suavemente Valsa
É tudo o que sonha ser.
Alma que dança
Mente serena a voar
Esvoaçante pássaro rendado
Encanta a todos no ar.
Baila a vida
Leve feito canção
Luz, palco, estrelas
Uma bailarina se move no salão.
Dança com a alma e com o corpo
Expressa com arte afeição
Leveza e sonhos de uma bailarina
A encantar a multidão.

Paula Belmino

*Foto da Alice por Renata Miranda

4 comentários:

✿ chica disse...

Poesia e bailarina lindas!Adorei! bjs, chica

Toninho disse...

Linda esta bailarina Alice, que faz a poetisa se inspirar num lindo cantar pleno de ternura e amor.
Aplausos Paula.

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Como a Alice está graciosa... linda linda... Adorei a poesia! Bom dia amigas.. tentando retomar tudo!

Tê e Maria ♥

Pequena Estilosa disse...

Linda ♥