terça-feira, 20 de março de 2012

Rompendo o Outono




Muda o tempo
Passa correndo
Vento frio
Muda a estação

Folhas amareladas
Frio na madrugada
É o outono nascendo
E a vida em anunciação.

Tempo de renovo
Tudo em mim se faz novo
A natureza em festa se faz

Vento na minha janela
Folhas todas amarelas
Cobrem minha calçada e meu jardim

É outono
É tempo novo
Toda alma grita em coro
Ventos de vida invadam a mim!

Rompe a aurora em outono
Frio, orvalho , esperança
Tempo de paz
Eterna bonança.

A folha que cai
Não perece e nunca morre
Apenas  nela se descobre
Que a vida se celebra em poesia.

Cai a folha pra ser nova semente
Adubo bom e crescente
Que mais tarde será bela flor colorida.



Paula Belmino
**fotos lindas de Alice feitas por  Graciela Lindner.
***Convido a todos que ainda não votaram na  minha foto no concurso feito por ela a deixar um comentário em seu blog  votando na minha foto número 6. Desde já agradeço
*** Alice usa Pampili e calçado Hello Kitty

4 comentários:

Anônimo disse...

ai amei essa poesia quero ela na minah nova coleção :)

Edna Lima disse...

Linda a poesia e as fotos da Alice então! É a natureza se renovando assim como nós.
Boa noite. Beijos. Edna

Minéia Pacheco disse...

Lindo poema Paula, bela homenagem a chegada do outono!

E como sempre, linda sua Alice, beijos!

Anne Lieri disse...

Paula,fotos maravilhosas da Alicinha!A poesia de outono ficou linda tb!Bjs e meu carinho!