segunda-feira, 22 de junho de 2015

Uma Nova Estação










Rompe-se o tempo
Mais um ciclo se inicia
Muda-se a estação
De leve a brisa balbucia

Leveza e claridade
Na noite solitária só se ouve
A conversa na fresta da janela
A sorrir bom dia.

Lá fora as árvores dançam
Se balançam
Com o vento namoram
E se abrem á chuva fria

Recebem gotas de amor
Doam-se feito bálsamo na dor
Crescem e reproduzem
Curam com seu perfume e poesia

Quando são tocadas pela chuva
A vida desabrocha
O vento, a chuva, a névoa 
E as novas flores celebram a natureza

E tudo lá fora diz: É um novo tempo!
É inverno! Que alegria!


Paula Belmino

5 comentários:

Toninho disse...

Mudanças das estações e todas influencias que delas advêm.
O inverno vem com o cinza nas manhãs, a busca do aconchego.
Mas a sensação de flores renovadas é uma alegria infinita.
Abraços Paula e Alice.
Bjus. Uma boa semana a voces.

✿ chica disse...

Linda poesia e fotos e que o INVERNO seja lindo assim pra todos! bjs, chica

Ana Paula disse...

Que lindo poema, enfeitado pelo sorriso da Alice, para saudar a nova estação!
Beijo!

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Que coisa mais rica!!! Admiro sua sensibilidade nos versos... E a LindAlice sempre enfeitando suas poesias!

Beijos minhas queridas!

Maurélio disse...

A Alice está uma "FERA"nos desfiles. Looks surpreendentes. Adorei tudo: poesia e desfiles, abraços, beijos, aplausos, parabéns lindas.Beijos, boa noite.