terça-feira, 15 de novembro de 2016

Brincando de Poesia


Alice e a prima Artilia




Família
Sonho
Amor e presença
Vida e luz
Acolhimento
Abraço 
Sorriso pleno
Ambiente seguro.
Saudade
Quando a família
Parte de nós mora longe
Distante ainda que dentro do coração
Dói a falta de uma mão no ombro
E olhar nos olhos a sós.
Família a caminhar na mesma direção
Ou por caminhos diferentes cada um à busca de trilhar 
Caminhos de paz
Família entrelaçadas por sangue, por amor
Pela oração, em face ao desejo de ser sempre um só
Família
A mão de Deus , 
Detalhe do criador
Em muitas faces e membros
A caminhar pela vida a criar história.

Paula Belmino

Essa é nossa poesia inspirada nessa linda imagem da família Patinhos do blog da Chica em brincando com poesia



Vem participar também



6 comentários:

Samuel Ivani disse...

Faço o primeiro então: Bonito seu blog, visite também o meu nesse link: https://youtu.be/LmB8mesmmeg

Toninho disse...

Que bonita participação Paula nesta definição de uma família e todo o processo,
que muitas vezes os membros se afastam para seus destinos e deixa esta saudade,
que cantamos em versos cheios de saudades.
Lindas as meninas primas na ilustração da afinidade familiar.
Bom lhe ver nesta BC que entra em férias.
Um carinhoso abraço amiga.
Bjs de paz.

✿ chica disse...

Muito linda a foto lá do alto e a poesia tão bem inspirada na família, na amizade e união! Adorei! Obrigadão! bjs, levo o link! chica

Maria Luiza disse...

Que bacana! Eu amei e a poesia é adorável! bela participação! Um grande abraço!

Renata disse...

Lindas famílias! Beijo! Renata e Laura

Ailime disse...

Boa noite Paula,
Magnífico o seu poema repleto de ternura e amor.
A foto da Chica é muito inspiradora e a sua com sua filhota, lindíssima!
Beijinhos,
Ailime