quarta-feira, 23 de agosto de 2017

O Pacto do Bosque (Dica de Livro)





Uma história linda sobre amor e amizade, sobre gratidão, que desperta a curiosidade das crianças.
No ensinando a nos colocar no lugar do outro, a sermos solidários, e não medir esforços para fazer o bem sem olhar o quem, sem olhar as dificuldades e os obstáculos. vencendo o medo, a indiferença.
Esse é o livro: O Pacto no Bosque que  começa assim: 
A mãe de Paula e Gustavo conta todas as noites histórias para os dois antes deles dormir, e as crianças pedem sempre a mesma a da floresta, aquela em que dois coelhinhos e acabam por salvar uma loba que está desconsolada pois vai ter em breve seus filhotes e não sabe como fazer pois ficou cega.


Os coelhinhos são Lambe-lambe e Orelhinha, dois pequenos coelhinhos que adoram descobrir as coisas, orelhinha tem esse nome por suas enormes orelhas e Lambe-lambe porque tudo que vê pela frente sai lambendo, colocando na boca, o que é natural nos bebês.

Quando desobedecem a mãe , se perdem na floresta e acabam por encontra uma enorme loba prestes a da a luz. Lambe-lambe a ajuda, e essa por sua vez agradece, e recompensa levando-os de volta para casa, para perto de sua mãe, mas não antes de fazerem um pacto de para sempre serem amigos lobos e coelhos.
A história termina com a mamãe de Paula e Gustavo recontando pela milésima vez o mesmo final de amor e alegria, vendo os filhos dormir em paz.

Uma história linda escrita por Gustavo Martín Garzo e ilustrado por Beatriz Martín Vidal, traduzido por Márcia Leite  e publicado pela Editora Pulo do Gato, nossa parceira. O livro chegou aqui encantou as crianças aqui em casa, pois sempre abrimos as portas e nossa varanda para elas lerem, o que cada dia tem me feito feliz e ver a semente brotando. É só encontrar as crianças na rua, ou os ex alunos na escola e me pedem: _Tia quando vai ter leitura na sua casa? Tia quero ir de novo ler. E assim os livros vão cumprindo o papel de semear ternuras, esperanças, e o gosto mágico de ler e fantasiar.



Os livros não ficam apenas aqui e logo vão passear na escola e com eles aliamos os temas e conteúdos trabalhados de forma lúdica, com liberdade para imaginar e sonhar, sem ser pedagogicamente correto, mas dando vazão ao pensamento da crianças , as suas próprias reflexões e idealizações 
Estamos trabalhando o tema família e um capitulo do livro didático traz diferentes tipos de família, os valores, o que aprendemos como nossos pais , costumes, e regras, maneiras de olhar. Por fim numa maneira de incentivar as crianças a se perceberem diferentes na igualdade, sejam elas filhas de pais separados, criados pelos avós, tenham a mãe solteira, todos nós temos uma família, seja adotiva, seja amigos, e assim esse livro chegou na hora certa levando as crianças a perceber que num grupo familiar o importante é o amor.


Na escola li a história, as crianças puderam ler, observar as imagens, reescrever, dar suas opiniões sobre o tema trabalhado. Aula divertida, lúdica, com temas abordados de forma sutil e com ênfase no ler, escrever e viver a poesia da história.

Vejam algumas atividades das crianças:










Posteriormente trabalhamos ortografia com ditado das palavras com LH encontradas no texto, e elas pesquisaram outras com NH e CH, pois por vezes fazem trocas nessas letras ou fonemas, mas sem deixar que vivenciassem antes toda beleza do texto literário, sem fins de apenas ler e realizar tarefas de ortografia ou gramática.


O livro: O pacto do bosque está entre os 30 melhores livros infantis de 2016 escolhido pela Revista Crescer, e também recebeu o Selo altamente recomendável 2016 pela FNLIJ além de ser destaque na Revista Emília em 2015



Para adquirir o livro:



https://editorapulodogato.lojaintegrada.com.br/o-pacto-do-bosque


5 comentários:

✿ chica disse...

Deve ser lindo mesmo esse livro e que bom que compartilhas com outras crianças perto de ti e na escola..Assim se faz! Livros devem viajar e dar oportunidades para muitos! bjs, chica

Juliana Pelizzari Rossini disse...

Oi Paula.
Eu amo livro, vários tipos e gêneros, mas esses que ensinam o caminho do bem eu amo...
A prática dos bons costumes, que ensinam as crianças e jovens a lapidar o coração no caminho do bem, eu amoooo e acho fundamental levar a apreciação deles, seja em casa ou na escola...
Vou comprar para meu Vitinho.
Obrigada por compartilhar, lindas fotos.
Bjs
Ju

http://pensandoempoesia.blogspot.com.br disse...

Olá Paula, que partilha maravilhosa, deve ser lindo essas crianças lendo, interagindo e tornando-se consciente da importância da partilha, do fazer o bem. Menina mestra seu coração é muito amoroso, pois só com muito amor é ´possível realizar um trabalho assim bonito com tanto desprendimento... És mesmo uma mestra abnegada.

Boa tarde Paula!

Renata disse...

Lindas, as crianças aprendendo sobre solidariedade. Beijo! Renata e Laura

Toninho disse...

Uma bela dica Paula e uma historinha bem interessante nesta interação.
Gosto de ver as crianças entrando pelo livro e recriando a historinha.
Bom seria se tivéssemos mais gente incentivando a leitura e criando grupos
de leituras em cada rua.
Penso que muito do que vivemos hoje com a violência seria amenizado.

Bjs de paz amiga.