quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Poesia de Um Amor Imortal

Sementes de Amor

Nosso amor desabrochou
Feito flor de laranjeira
Perfumou!
Em primavera aflorou
Fez colorido meu jardim e coração

Ai nosso amor de verão!

Nosso amor iluminou
Feito luar em noite quente
Trouxe inspiração
Madrugada agitada
Êxtase de sentimentos
Fez-se fogo e paixão


Nosso amor foi universo
Invadiu poros e veias
Transpassou alma e preencheu
Com uma infinita vontade de amar
Fez-se tudo.
Essencial!

Ai nosso amor especial!

Nosso amor vingou
Cresceu como árvore forte e viva
Amadureceu!
Deu frutos de amor que remanesceu
Em flores e sementes brota sempre e sempre
Nosso amor nunca morreu!


Paula Belmino

5 comentários:

Chica disse...

Lindo poema para um amor também tão lindo!beijos,chica

Bergilde Croce disse...

O amor é mesmo mágico e maravilhoso!Nem mesmo o tempo,nem lugares ou fronteiras podem separar dois corações que se amam verdadeiramente!Abraço grande amiga!

Edna Lima disse...

Há o amor!!!! Estamos sempre prontos para vive-lo em todas suas formas. Saudades.Julinha hoje por aqui.Bjs

Daniel Amaral disse...

Gostei do seu poema. Parabéns.
Há sempre magia no amor e nos grandes sentimentos...

Quero te convidar para conhecer os meus.

www.amorepoesia.org

Seja bem-vinda! Traga os amigos.

Daniel

Miriam de Sales Oliveira disse...

Adorei seu blog;as poesias são maravilhosas,a postagem bela,colorida,alegre.
As fotos da Alice estão tão fofas!
Que Deus te abençóe e proteja tosa sua família. bjs