domingo, 2 de maio de 2010

Dia das Mães


Sou mãe coruja e dai?


Velo pelos meus

Amo a cria de noite e de dia

Sou amante dela e por ela sonho

Guardando-a em oração e poesia

Sou mãe coruja

E o fruto de meu ventre é meu sustento

Sua voz e minha canção

Seu amor meu alimento

Se sou coruja eu pio

Canto aos quatro ventos que a amo

Faço versos cheios de paixão

Pois ela é aminha inspiração

Sou mãe coruja e dai?

Minha família é meu encanto

Sou coruja de noite zelando pela paz do lar

E de dia rouxinol ao meu amor vivo a cantar

A fazer versos de beleza e homenagem

Pra meu anjo abençoar


AH! sou mãe coruja e dai?

Se louva a quem ama

Se faz loucuras pelo ser amado

Se sou coruja abraço, zelo, vigio e trato bem

Sou mãe coruja pra todo sempre!

Quem é mais coruja que eu ?

Quem?


Paula Belmino


*Poesia de amor a minha Alice em comemoração ao dia das mães.E enviado pra o site da Denise Brant na promoção Sou mãe coruja e dai?Torçam ai por mim!

5 comentários:

Chica disse...

Muito linda e é legal ser mãe coruja.Temos que ser!beijos,boa sorte!chica

Mimirabolante disse...

Tbm sou coruja!!!Parabéns amiga !!!!

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Linda..mas a foto ta muuuuito linda!!! adorei! bjss

Ioly Lopes disse...

Que lindo poema!
O resultado de corujice de mãe, são filhos confiantes e de bem com a vida, pois se sentem amados e protegidos. Então, parabéns pelo dom da poesia e pela corujice!
Te linkei lá no verdadesdemae
Engraçado, depois que a Yasmin nasceu também comecei a arriscar alguns versos despretensiosos... kkk. Passa lá e me dá uma opinião de quem entende do assunto.
Boa sorte com os versos da coruja!
bjim

Minéia Pacheco disse...

Olá!

Passando para lhe parabênizar pelo
belissímo Poema.
Ameiiii!