domingo, 22 de fevereiro de 2015

Arte, Poesia e saudade: Um Viaduto Chamado Minhocão




Ah! São Paulo
Tua beleza
Teus arranha-céus ansiando flor
Em meio à gente descontente
Há gentilezas, momentos ternos de amor
Tanta arte em teus muros e em teus teatros a vida repleta de emoção
Nas praças o canto e um pedido de socorro:
Pedem mais pão, mais afago, mais moradia e educação.
É gente que não acaba mais!
Nos teus parques as árvores gritam ansiando serem ouvidas
E num viaduto chamado Minhocão
Poesia, cultura e contradições da natureza dão as mãos pedindo paz.

Paula Belmino


Em meio ao mundo mágico da poesia estamos matando a saudade de São Paulo com o lindo livro de Gil Veloso pela Editora Dedo De prosa : Um viaduto chamado Minhocão . Entre poesias , haicais, versos cheios de reflexão " alguns brincam com as palavras , outros trazem á memória a arte, a história ,as contradições do lugar. Cheio de vida e de cheiro de saudade no ar. O livro faz apologia à cultura do lugar ao mesmo tempo que  nos faz refletir sobre a enorme quantidade de concreto e arranha céus da grande metrópole São paulo. Com texto de fácil entendimento e ora brincando de Ser Tom Jobim, ora parafraseando Drummond, Gil Veloso nos oferece lindos versos que trazem á tona a conscientização de  cidadania, uma vez que  neste espaço sobeja arte e feiúra, flui cultura e gente que mendiga educação, há um misto de  grito por melhorias do bem comum e por a restauração do espaço e da vida que ronda ali. A bela ilustração do livro fica por conta de Paulo Von Pose.

Um lindo livro pra se conhecer um pouco mais de São Paulo e faz deste cenário tão criticado e edificado á força um belo cenário para encontro de arte, poesia, amizades, pensamentos de mudança.

A Editora Dedo de Prosa, nossa parceira aqui no Poesia do Bem convida a todos para a sessão de autógrafos, um bate-papo com o autor numa noite aconchegante em meio à cultura e à poesia.
O lançamento do livro acontece nesta sexta-feira dia 27 de fevereiro. Fica aqui o convite a todos amigos que gostam d eleitura a prestigiar esta linda obra:



Algumas imagens do livro:




Resenha:

O livro apresenta um novo olhar sobre o grande viaduto que corta o centro de São Paulo. Lançando mão de sua escrita enganadoramente simples, Gil Veloso cria versos em que o espaço ora é personagem, ora é cenário, e nos fazem refletir sobre como uma grande edificação urbana criada à força e de maneira inadequada pode ser ensejo de encontros, contemplações e transmutações. Já o traço ao mesmo tempo livre e seguro de Paulo von Poser cria ilustrações que multiplicam as camadas de entendimento da obra, indicada tanto para o público adulto quanto para jovens leitores. No momento há um projeto para transformar esse viaduto em parque suspenso. No que se refere à questão educacional, os poemas e os desenhos possibilitam reflexões a respeito de urbanismo e cidadania.

Conheça esse e outros livros da Editora Dedo de Prosa

2 comentários:

Maria Rosa Sonhos disse...

Oi Paula! São Paulo me lembra excelentes passeios, dos quais guardo boas lembranças. Mas, para morar, gosto do interior e fujo da cidade grande! rs Beijo! Renata e Laura

✿ chica disse...

Que lindo,Paula e desejos sucesso aos autores nesse livro que deve ser bem legal! beijos,chica