segunda-feira, 29 de maio de 2017

Chuvinha Pinga Pinga






Plinc plonc
Plonc plinc
Uma cantoria sem fim
Chuvinha fina
lá fora os sapos
coaxam no jardim.

Plinc  plonc
plonc plinc
Um coral de
pingos de chuva
nas flores sedentas que se abrem
trazendo poesia e vida
chuva de fim de tarde!

Plinc Plonc
 Plonc plinc
Chuva a dançar
corre e forma riacho
molha a calçada
banha o mato
deságua entre as pedras
é doce fonte.

Plinc plonc
Plonc Plinc
rala chuva no telhado
doce  melodia
um coral afinado.

Plinc Plonc
Plonc Plinc
Névoa e sereno
pinga pinga 
alegrando o dia
a chuva de prata.

Plonc plinc
Plinc plonc
chuvinha serena
de gota em gota se faz
lagos, rios, riachos
Banhando os dia de paz

Plinc plonc
Plonc plinc
chuvinha molha a terra
germina as sementes
alegra as crianças
a alma também floresce
de fé e esperança.

Paula Belmino


Alice e Sophia usam: Dedeka Homewear
Fotografia de Chagas Lima

5 comentários:

Lucia Silva disse...

Linda poesia! Nosso dia, em Currais Novos, está com essa chuvinha descrita em sua bela poesia. Aquela chuvinha mansa, fininha que nos dá uma preguiça, uma vontade de ficar deitada apenas ouvindo esse barulhinho no telhado tão gostoso. Beijos carinhosos!

Renata disse...

Estes pijamas fofos estão bons mesmo para esta mansa chuvinha! Beijo. Renata e Laura

✿ chica disse...

Que amor de poesia e fotos! bjs praianos, tuuuuuudo de bom,chica

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...


A chuva pingou,
as amigas se aproximaram,
o dia mais alegre ficou,
ternura e carinho no ar,
fez o dia mais bonito ficar!

Linda poesia e coleção para um dia friozinho e chuvoso.
Beijo

Maes Depois dos 30 disse...

Os pijamas são lindos e sua poesia maravilhosa! Parabéns Paula