quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Vavá e Popó descobrem as famílias das emoções



Ser feliz é a mais nobre arte de se conhecer, é saber ter alegria nas pequenas coisas e saber que na vida existem momentos difíceis naturais como conflitos, momentos de luto, de dor, uma doença, a saudade de um amigo ou ente querido, a luta para conquistar, para resolver alguma situação conflitante, mas que mesmo assim esses momentos que por vezes,   vão roubando de nós o sorriso pode nos impedir de sermos felizes e dar a volta por cima, vivendo as emoções positivamente. Uma das famílias das emoções presentes no nosso dia a dia é a ansiedade, que traz nervosismo,desespero. Outras emoções como  tristeza, podem causar depressão se não forem tratadas desde cedo, e é importante desde  mostrar para as crianças que essas emoções são naturais do ser humano, mas que precisam ser bem elaboradas dentro de cada um sabendo esperar, contornar, se conhecer e saber resolver os conflitos, não deixar ser levado pela tristeza, ou nenhuma emoção que faça sofrer.
 No livro Vavá e Popó descobrem as famílias das emoções de  Miriam Rodrigues pela Editora Sinopsys, os dois recebem um convite para uma festa de aniversário de um amigo da escola.  No dia seguinte a roda de conversa  com os amigos da escola é sobre a festa, entre os amigos em conversa um diz está muito  empolgado, já o outro diz ser e estar muito ansioso.  Vavá e Popó vão pesquisar sobre as famílias das emoções e descobrem que empolgação e ansiedade são de famílias diferentes.
Empolgação vem da família da alegria, de está contente, sentindo vontade de brincar, se alegrar, reencontrar alguém.
Já a ansiedade causa medo, nervosismo, receio, já que a pessoa com ansiedade tem medo de que não dê certo, de como vai reagir, se vai conseguir, causando assim frustração.
O livro traz alem dessas famílias alegria e tristeza, a família do medo, do amor e  uma ótima maneira de conversar com as crianças como se sentem. Dando a  elas espaço para desenhar e falar sobre essas situações em sua vida, além de despertar para que a criança ou adulto que passa por ansiedade possa aprender a respirar e assim por meio da respiração trazer serenidade.
O livro é  como chamo de uma narrativa terapêutica e foi escrito pela psicologa Miriam Rodrigues que tem seu trabalho baseado na Educação emocional positiva que tem por objetivo prevenir ansiedade, depressão, violência e problemas psicossomáticos  por meio da leitura , exercícios e atividades educativas lúdicas e prazerosas que possam ajudar a criança desde cedo a lidar com suas emoções.

Alice e Anayara leram o livro e aproveitei pra conversar com elas sobre as emoções. 
Alice é bem ansiosa e já estamos sempre conversando sobre isso, e com alguns exercícios como leitura, música, respiração, conversa, afinal o diálogo é muito importante.
Elas fizeram carinhas para demonstrar as emoções


Representando a família do Nojo



Família do medo


Família da raiva




Na escola o livro foi muito bem recebido, as crianças puderam falar sobre suas emoções e demosntrar com os amigos com abraços, uma palavra. Depois escreveram para cada emoção uma situação já vivida.

A gente respirou profundamente e puderam também se olhar no espelho e se enxergar por dentro, como estavam se sentindo e assim expressar seu sentimento em um autorretrato











O livro Vavá e Popó Descobrem a família das emoções faz parte da coleção Psicologia Positiva para Crianças e é o terceiro livro da coleção




RESENHA
Neste terceiro livro da Coleção Psicologia Positiva para Crianças, Vavá e Popó, duas crianças curiosas, descobrem que as emoções têm família: a da raiva, da alegria, da tristeza, do medo, do amor, do nojo, das emoções positivas. 
Tendo como foco principal o lado saudável do ser humano, a Psicologia Positiva nos orienta sobre os fatores que permitem os indivíduos e comunidades a prosperarem.

Conheçam outros: https://www.sinopsyseditora.com.br/livros/vava-e-popo-descobrem-as-familias-das-emocoes-791



http://workshoponline.educacaoemocionalpositiva.com.br/

3 comentários:

Renata disse...

Excelente narrativa terapêutica, como você disse. Gostei muito. Beijo! Renata e Laura

Lucia Silva disse...

Riquíssimo esse livro e a aula que resultou dele foi fantasticamente maravilhosa!
Beijos no coração!

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Parabéns pela postagem!
Boa noite amiga!
Mais uma vez estou trazendo o convite para o POETIZANDO E ENCANTANDO de amanhã.
Posso garantir que a imagem do 8º poetizando está inspiradora. Uma dica, lembra uma praça ou alguém que ficou esperando um outro alguém. Vamos deixar para amanhã!
Logo cedinho postarei.
Deixo “Viver é enfrentar desafios. Quem nunca enfrentou desafios, apenas passou pela vida, não viveu”.
Abraços com carinho da amiga Lourdes Duarte