terça-feira, 6 de março de 2018

Poesias Colhidas do Vento



Jardim



Quero um jardim

dentro de mim

Onde eu possa ser

colorida
cheirosa
alegre
como é todo jardim!

Dayse Ricardo 



O dia por aqui nasceu com poesia, uma poesia inspirada num livro lindo que acabamos de receber e já está na lista dos queridinhos das crianças na escola. As aulas por aqui iniciaram essa semana passada e já pude observar o gosto que elas tem pela poesia, e ainda os que não lê convencionalmente sentem extrema afeição pela hora da leitura.

Esse é um dos lindos poemas colhidos no vento da escritora Dayse Ricardo Escritora Dayse Ricardo em seu 1º livro de poesias infantis chamado "POESIAS COLHIDAS DO VENTO". 



Uma obra com lindas poesias e ilustrações de Edu Reis pela Editora Scortecci, que encantam crianças, pais e professores. 

O livro já foi hoje para a escola e me inspirou nesse poema


O dia amanheceu

As flores todas molhadas

A chuva beijando a terra

Os passarinhos em algazarra

E a poesia brinca com eles

Trazendo liberdade à alma.

Paula Belmino



Querência

Eu quero dormir na lua

Eu quero voar com os ventos

Eu quero tocar como a chuva

Eu quero ser forte como uma formiga.

Eu quero correr como as águas

Eu quero que minha vida

tenha muitos nascentes e poentes, pois assim poderia começar tudo novamente...



Dayse Ricardo


E antes de ir embora , alguns com mochila nas costas me pediram pra ler mais no jardim enquanto esperavam os pais. Que amor!







A Leiturinha deleite pelas crianças no jardim deu direito à leitura em voz alta, compartilhada, um pelo outro, com o outro, acolhida na alma, no silenciar, para sentir todos os versos na alma e desabrochar em pleno jardim as palavras dentro de si.
Cada um queria ler um poema do livro,e percebi o quanto gostam de poesia, de natureza, de vivências do brincar.
A atividade de ler em voz alta além de estimular a leitura, faz a criança pensar e se enxergar como protagonista de sua história, desenvolvendo habilidades como leitura fluente, concentração, saber ouvir o colega, desenvolver o vocabulário e o raciocínio além de inúmeros outros benefícios.

Olhem o vídeo de um momento:


E mesmo por aqui o livro encantou o amigo poeta Toninho que nos deixa esse poema:

De poesias colhidas no vento.

Uma nuvem escureceu o dia.
Pingos salpicaram o chão seco.
Em vovô brotou lindo sorriso.
Um sabiá entoou uma canção,
anunciando a esperada chuva,
que faz a fartura pelo sertão.

Toninho
Conheçam o blog do poeta



Para saber mais:
  Livro: Poesias colhidas do vento
  Escritora: Dayse Ricardo dos Santos
 Ilustrações: Edu Reis

Adquira o livro aqui:

https://www.escritoradaysericardo.com/

11 comentários:

Elza Interaminense disse...

Parabéns querida Paula por mais esse belo trabalho com as crianças. Abraços

Genilda Maria da Silva disse...

Que lindo amiga, as crianças se apaixonando por poesias. não poderia ser diferente, uma poetisa linda como você professora. Parabéns ´pelo lindo trabalho. Abraços

Juliana Pelizzari Rossini disse...

Onde tem criança lendo, tem vida, tem esperança, tem cuidados e amor.
Sempre admirando seu trabalho incrível, como mãe, professora e mulher.
Parabéns Paula.
Amei as indicações de leituras e as fotos.
Bjs
Ju

Cidália Ferreira disse...

Soberba postagem!! AMEI! Parabéns

Beijinhos. Boa noite

Toninho disse...

Que livro delicioso Paula, senti aqui a emoção dos pequenos ao ler estes poemas curtos e lindos e profundo de altíssima sensibilidade.Parabéns pela divulgação e incentivo aos pequenos , que se inspiraram nas leituras, pode colher poesias deles, que serão belo frutos.
Abraços e que a semana esteja bonita e alegre com as chuvas que caíram.

Toninho disse...

Paula voltei pois não resisti numa interação com este livro:

De poesias colhidas no vento.

Uma nuvem escureceu o dia.
Pingos salpicaram o chão seco.
Em vovô brotou lindo sorriso.
Um sabiá entoou uma canção,
anunciando a esperada chuva,
que faz a fartura pelo sertão.
Toninho

Eliete Marry disse...

Tudo lindo e emocionante, como sempre!
Beijinhos poéticos na alma.

Anete disse...

Crianças que logo cedo se interessam pela leitura é bom demais...
Amo a leitura desde a adolescência e que prazer sinto com os livros, devoro-os com avidez, principalmente os clássicos...
Muita paz e um abraço.

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde!
penso que já tinha comentado esta publicação, soberba!

Beijos e um dia feliz.

Renata disse...

Paula, você ensinou as crianças a amar poesia, parabéns! Beijo. Renata e Laura

Anônimo disse...

Parabéns, belo trabalho.