quarta-feira, 11 de abril de 2018

Este é o Lobo- Alexandre Rampazo



Um lobo a
buscar a Chapeuzinho Vermelho.
Que foge dele
deixando-o ali sempre  sozinho.
Um lobo,
a vovó da chapeuzinho
também não lhe dá bola
nem ela  nem os três porquinhos.
O que quer o lobo?
Comer a todos? 
devorar?
Um lobo feroz
com cara de malvado
ou um de bondade disfarçado?
Um lobo entre as muitas indagações
e personagens dos contos de fadas
princesa, príncipe, 
avó, Chapeuzinho
caçador!
E um menino
que muda da história o final.
Quem seria esse lobo afinal?

Paula Belmino





Essa é resenha em forma de poesia do livro: Este é o lobo de Alexandre Rampazo pela Editora DCl que chegou aqui ano passado e faz sucesso entre as crianças. Esta minha turma o encontrou hoje e se emocionaram, compreenderam as entrelinhas, o discurso entre o texto verbal e não verbal, o muito que diz as imagens, a brincadeira no espaço comandado pelo lobo no livro.
Foi uma maneira muito boa de incentivar a leitura, com o texto que se repete para ajudar também a alfabetizar, mas além disso, imaginar, desenvolver o raciocínio e a percepção, o pensar sobre valores e o que aprendemos a olhar algo ou alguém, no fundo, sem julgamentos ou impressões, mas sempre mostrando empatia.
Após a leitura e toda roda de conversa as crianças escreveram o texto de memória de como o compreenderam, pautando-se no uso da pontuação. Depois foi a hora de fazer a releitura da ilustração também pelo autor do livro e usando lápis grafite dar vida a um lobo feroz, carinhoso, esquisito, o que a alma pedisse.






Olhem só as crianças dando a dica:



O livro Este é o Lobo de Alexandre Rampazo ganhou o Selo Altamente recomendável  pela FNLIJ


Sinopse

Eis uma história distinta de todas as atravessadas por lobos. Aqui não há medo, mas solidão. Alexandre Rampazo sacode, com lindas imagens e palavras, a rede onde estão, presos a velhos sentidos, personagens singulares do nosso imaginário, como a Chapeuzinho Vermelho, sua avó e o caçador, o príncipe, a princesa e os três porquinhos. Ao lado do lobo ou dele apartadas, elas ganham um inédito significado. Graças, sobretudo, a sensibilidade de um menino. Um menino que não é senão o próprio Rampazo e todos nós, leitores, que, por meio de narrativas, re-descobrimos (mesmo em condições suspeitas) as maravilhas da amizade

Para comprar


4 comentários:

Elza Interaminense disse...

Mais uma magnífica postagem amiga! Parabéns!

Olá Boa noite!
Passando para agradecer sua visita, o comentário que deixou parabenizando os alunos escritores e poetas.Quero dizer que seu incentivo tem dado bons frutos. Os alunos ao ler os comentários ficam encantados, querendo escrever mais e estão muito agradecidos. No dia do livro vamos fazer uma comemoração e algumas poesias dos alunos serão recitadas, destacaremos alguns comentários. Muito obrigada! Volte sempre!
Hoje postei produções poéticas de duas alunas interessantes.
Abraços da amiga Elza.

Cidália Ferreira disse...

Excelente e intensa postagem Amei!! Parabéns pelos meninos.

Beijo e um excelente dia

Alegria de Viver disse...

Adoro as historinhas infantis, perceber no olhar das crianças a credulidade dos fatos, como ficam empolgados e empenhados também em participar.

Tem um novo filho: Lá tem algo seu.
http://preenchendootempo.blogspot.com.br

Bom dia Paula!

Toninho disse...

Que bom livros que desmitificam personagens e que agradam aos alunos e criam seus finais. Incentivar a leitura sua marca Paula que não canso de elogiar.
Meu abraço carinhoso amiga.