terça-feira, 31 de março de 2009

Amor nas estrelas


Nosso Amor está nas estrelas

Ainda sinto o mesmo frio na barriga ao pensar em você
Como na primeira vez que nos falamos
Como no nosso primeiro encontro.
Sinto o mesmo gosto do beijo
O perfume no teu corpo inteiro
O teu amor azul!
Ainda sinto a mesma paixão...
Apesar da falta que você me faz
Dos seus olhos distantes de mim
Parecem que mesmo assim ainda estão lá
A me olhar, me desnudando, me corrompendo!
Ainda sinto o meu corpo em frenesi
Ao pensar em ti
Ao lembrar suas mãos
E o teu gemido em euforia ao chegar ao meu coração.
Sinto tudo!
O tempo não pôde apagar...
A distância não pode afastar o meu do teu olhar
Está lá...
Nas estrelas, escondido no clarão,
O mesmo desejo de prazer que permitimos na noite adentrar
E instalar-se em nós!
Ainda sinto você dentro de mim...
Na verdade você nunca se foi!
Eu me separei de você, mas o meu amor ficou lá
Na imensidão do nosso leito de amor!
E nas luzes das estrelas a piscar.

Paula Belmino

6 comentários:

Movimento Natureza disse...

Vim esclarecer um pouco sobre o projeto movimento e como ele funciona. Cada pessoa escolhe um dos passos para fazer no projeto.
Nao tem que fazer tudo nao e nem tem no dia 22 de abril escrever um texto enorme e nada copiado da internet.
O texto será produzido por você mesmo de acordo com a experiência que você tiver com a parte do projeto escolhida por você.

Se você plantar uma árvore, entao fotografe e no dia coloque no seu post. Se vc resolveu fazer algo com a sua turma, fotografe e diga o que vc fez.
Se foi na firma onde vc trabalha, mostre o que vc fez em prol da Natureza.

Nada de textos retirados da net.

O Projeto Movimento Natureza é movimento e para isso ele precisa de acao, ele precisa que você coloque a mao na massa.

Nao é blogagem coletiva, trata-se de um projeto a qual estaremos dando continuidade.

Obrigada pelo apoio e qualquer dúvida pode perguntar.

Um abraco Georgia

Chica disse...

Lindo,Paulinha! Um lindo amor! um beijo,tudo de bom,chica

Iêda disse...

Lindo seu blog, seu carinho demonstrado em palavras...
Sua história só me faz admirá-la, pela força que tens!
beijão

Iêda disse...

Ah!!! Obrigada por visitar sempre o Vida Bailarina e pelos comentários.

Solange Maia disse...

Diz o poeta que não se parte nunca, nem dos afetos e nem das lembranças..

Belo amor esse Paula...
E revivê-lo em seu poema é torná-lo real mais uma vez...

Lindo, como sempre.

(Adorei a homenagem a sua amiga...)

Beijo especial,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

bergilde disse...

Essa poesia retrata mesmo uma grande historia de amor,e coincidentemente amanha nòs aqui completaremos 04 anos de casados no religioso. Simplesmente amei!!!