sexta-feira, 13 de maio de 2011

Deixo de ser mãe coruja... Quero ser Mãe canguru





















Mãe Canguru

Acho lindo e confortável ver muitas mães modernas usarem o sling pra transportarem seus filhos. Mas vejo nesse ato o além mais. Um que de carinho, de afeto, de segurança, maneira de aproximar mais a mãe do corpo do filho e do filho sentir o coração da mãe pertinho como se ainda estivesse no útero. Porém eu não usei pois que mal podia andar com Alice, devido sequelas do acidente,e nem sequer cheguei a pensar na hipótese pois eu era só dor, acabava de passar por traumas, a perda de um filho, a dor do acidente, as cirurgias, o medo de que ela não tivesse vida como havia acontecido com meu primeiro filho. Lembro hoje que não me ocupava em cuidar tanto de mim, eu era só cuidados com ela, eu comia todas as 5 frutas do dia por ela, eu fazia todos exames, ia em cursos de gestantes, lia revista Crescer e Pais e filhos e as assinei, para poder aprender mais, para póder cuidar mais!
Não lembro de ter pensado em fazer um book de minah barriga crescendo, pois eu era ocupada a hidroterapia, RPG, tratamentos médicos, que me tomavam tempo e me angustiavam , um misto de alegria eterna e ansiedade.
Não comprei sling, mas me arrependo, talvez devesse ter comprado e tentado usar, ver o que meu corpo comportava, porém eu passei a gravidez com tanto medo, com tanto pavor, que o máximo que pensava era em tê-la em meus braços com vida. Eu era só ansiedade e pensamentos pra ela.
Dai o tempo passou e hoje curto ver mães lindas usando o sling. E Canguruzando seus babys, enrolados de ternura num pano macio.
São tantas lembranças doo Sling com muitas lágrimas nos olhos e uma certeza no coração: Eu deixaria de ser mãe coruja pra ser mãe canguru. Voltaria no tempo e faria muito mais por minha filha. Por isso so que não fiz por Alice: Não pude amamentar , mesmo tempo sido preparada ou não para isto, comprado poltrona , almofada , mas doia pegar seus 2, 500 gramas sobre minah coluna travada, dóia minha falta de leite, dóia minha imperfeição de mãe de primeira viagem.
Hoje depois de 4 anos de vida de Alice ainda mimo no colo pra dormir. Eu a coloco deitada contra meu peito, eu sentada no sofá, pois não posso mais com o peso dela e agora me deu uma hérnia de disco dai já viu.E canto, e cheiro suas mãos, toco seus cabelos, corujando sua boca, admirando seus olhos fechados num dormitar leve e em paz ao som de minha voz.

Adoro que ela adormeça colada ao meu corpo como se fosse bebê, mesmo quando ela diz: Mãe eu sou mocinha quero ir pro meu quarto, ai eu falo: Filha dorme no colo da mãe e canto a música carneirinho carneirão que é a que ela mais gosta.
Vejo que cheguei longe até, pois eu na gravidez chorava achando que eu não sustentaria nem quando tivesse um ano, pois não podia com 2 kg de peso em meus braços. E ela hoje tem 16kg e eu ainda coloco no colo com muita força e luz, amor e aconchego.
Pensando bem... Acho que vou comprar um sling , mesmo que o tempo tenha passado, ai eu a cubro de amor e slingada em mim matarei a vontade e o sonho que não se realizou por falta de saúde.
Termino meu depoimento ás mães que usam u pura ânsia de perfeição.

Quero dividir com as todas mães que usam o sling minhas lágrimas e meu apoio. Sling: Um abraço de mãe pra filho selando o amor e a amizade.

5 comentários:

Babi disse...

vc tem o dom de emocionar né....ai eu choro....olha vc não foi mae imperfeita momento algum viu! vc é maezona logo se ve corujisse mesmo! eu tb me arrependo de nao usar sling, culpa do meu marido viu, ele falava que era bobagem, toda vez que vejo uma mae usando eu mostro e falo ta vendo era pra eu estar usando até hoje! rsrs mas deixa ele próximo filho já avisei, não vou escuta-lo se ele for contra. Mas acho que ele entendeu...coisas de pai de 1 viagem hehehe bjs querida!

✿ chica disse...

Lindo,Paulinha e cada mãe tem o direito de escolher o que usar.

Tenho visto mães angustiadas e mal compreendidas por usar.

Não deem bola. usem se o coração mandar.

Um beijo e adorei ver as fotos da Alice bebê. chica

Vida disse...

Olá minha querida amiga Paula,achei lindo e emocionante o seu depoimento sobre o sling...Te admiro cada vez mais, um beijo grande.

Ana Paula disse...

Não conheci o sling. Quando meu filho mais velho nasceu eu usava o canguru. Íamos para todos os lugares ali grudadinhos. Acho que usou até um ano e alguns meses e quando eu deixei de usar o canguru, deu uma sensação de vazio bem ali no coração... mas eles crescem e aí veio o colo, usado até hoje! Beijo

Su disse...

Paula, eu também não usei por outros fatores... mas também acho que deve ser o máximo com você escreveu... sinto pela sua perda, de verdade... posso imaginar a sua dor. Mas viu... compra seu sling e vai passear se possível for... curte sua vontade, nem que seja só um pouquinho, a Alice ainda é pequena... dá pra ser mamãe canguru!!! Pois você já é uma MAMÃEZONA com letra maíscula com todo esse amor e dedicação! Beijinhos para as duas. Su.