quarta-feira, 15 de abril de 2015

Ao Rei a Gratidão


Nem todas as palavras do mundo seriam capaz 
de expressar minha gratidão Senhor
És meu refúgio, meu guarda fiel
O Deus que me esconde em tuas asas
E luta por mim com tua espada
Sobre mim põe a couraça da justiça
e meus inimigos fogem de medo
Pois estás comigo em todo tempo Senhor
Desde antes de eu nascer já me conhecias
Minha voz tu ouvias
Minhas lágrimas eram tuas amigas
E meu sorriso habitava no teu olhar.
Nenhum milhão de obrigado seria capaz de te agradecer
A vida que me deste
O ar que eu respiro
O fôlego e o louvor de minha boca
Um gemido, uma oração, jejum, consagração
Nada paga a ti pois és o dono do ouro e da prata
Tesouros escondidos guarda nas tuas mãos
E quando queres depositas nas minhas feito medalha de vitória
Grandes feitos fazes por mim
Quão preciosas são tuas mãos a me tocar
Consolando quando estive aflita
Alentando com Teu Espírito Santo,
A Ti Senhor minha gratidão
E a multidão de minhas palavras que parecem ser em vão
Mas Tu sondas e conheces bem meu coração
Guia-me sempre Senhor no teu caminho de paz
Abre Senhor as portas da justiça e da vida
Cuida de mim até que eu possa está para sempre contigo
Por enquanto, eis-me aqui de joelhos dobrados
E um louvor que flui da alma com emoção.



Paula Belmino

4 comentários:

Nidja Andrade disse...

O seu agradecimento a Deus nos inspira a um agradecimento a parte. Meu amado Deus, eu lhe sou muito grata por este presente maravilhoso que é a vida. Agradeço também pelas pessoas que o Senhor colocou em meu caminho. Algumas delas me inspiram, me ajudam, me desafiam e me encorajam a ser cada dia melhor.
Amém
AbraçO

✿ chica disse...

Poesia linda, foto e gratidão assim também! bjs, chica

Ana Paula disse...

Belíssimo teu louvor.
Esse azul, esse mar, a brisa, tão especial o mundo que Ele nos deu.
Beijo!

Maria Rosa Sonhos disse...

Lindas e preciosas palavras ao Único que é digno de receber todo o louvor, Deus. Graças a Deus pelo milagre que Ele realizou na sua vida. Ele tem derrotado gigantes por aqui também. E eu prossigo à espera da boa obra terminada para o meu e o livramento da Laura. Gosto da fé que suas palavras nos alimenta e renova. Beijo! Renata e Laura