quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Tem Criança Na Cozinha



Incentivar as crianças a comerem comidas saudáveis começa desde cedo na oferta de frutas legumes e verduras, nas papinhas feita pela avó, no ir ao supermercado para comprar produtos saudáveis e deve perdurar no cuidado e no incentivo á práticas ecológicas como criar uma horta, plantar uma árvore que dê frutas,acompanhando assim seu crescimento. Ao crescer a criança pode e deve sempre continuar a experimentar sabores novos e com  supervisão de um adulto, ir à cozinha , ajudando os pais a inventarem pratos novos e assim num clima de descontração e ao mesmo tempo de seriedade poder aprender  o valor dos alimentos, a boa prática de um prato feito em casa com amor e dedicação.
 É possível que a criança possa cozinhar, mas sempre numa condição segura, com um adulto do lado para evitar cortes, ou queimaduras. Acidentes tão comuns dentro dos lares, que necessitam de intervenção preventiva para que não ocorram .
No ato de cozinhar a criança pode aprender também sobre medidas convencionais matemáticas, tipos de alimentos, de onde eles vem, como são produzidos, valorizando a mão de obra agrícula e ao mesmo tempo, atrelando a leitura de rótulos numa forma de alfabetizar e enriquecer conceitos e aprimorar o conhecimento.
 Dentro da cozinha há um mundo mágico de formúlas, químicas e físicas  na invenção de pratos saudáveis que ajudem na boa alimentação, com produtos naturais e saudáveis,  longe dos industrializados, e dos Fast-foods, que além de economizar  nestes tempos de crise, onde os preços de alimentos crescem ainda mais e alguns desses não oferece nenhum tipo de nutriente, pelo contrário mais malefícios à saude que beneficíos . Criança na cozinha a preparar seu próprio lanche ainda ensina a criança a ser produtiva e independente na prática de criar seus próprios pratos e familiarizar-se com as mais variadas receitas e sabores.
Nesse clima de incentivo a cozinhar e criar, a Alice foi pra cozinha para fazer a receita de pipoca, algo que parece simples, mas que para uma criança é mágica e ação que precisa de desenvoltura para desenvolver o passo a passo da receita de forma oral e ao mesmo tempo real. Verbalizar uma receita ajuda a criança a criar o sentido lógico de um texto, desencadeando as ideias e formando o pensamento crítico, criativo e coeso, lembrando que é sempre importante manter a segurança da criança para evitar acidentes na cozinha. No vídeo vocês podem conferir, o passo a passo dela se sentindo mais segura e confiante,relacionando cantiga , parlenda infantil de forma simples, sem pressão, mas isso tudo foi depois de muita prática e técinica e claro nunca colocando-a  em risco.
 Criança na cozinha sim, mas com supervisão adulta sempre, segurança, alerta e incentivo para crescer e aprender!
A pedido da Alice um vídeo dela cozinhando. Assistam:

3 comentários:

✿ chica disse...

Elas adoram experimentar na cozinha, fazer algumas coisinhas e temos que incentivar!Adorei a Alice e a pipoca! bjs, chica

Toninho disse...

Que lindo mestre cuca Alice.
Aprendi a fazer uma pipoca saudável, pois a minha leva sal e manteiga, o tio sempre exagera um pouco.
Minha cantava uma linda canção que não lembro agora, mas prometo postar para você.
Gostei da aula e do canto do galo próximo ao fim do vídeo.
Bjs para vocês.

Maria Rosa Sonhos disse...

Muito legal Alice na cozinha!!! Pipoca feita assim com alegria fica ainda mais gostosa!! Beijo! Renata e Laura