terça-feira, 29 de março de 2016

Cantorias de Jardim (Dica de Livro)




Para as dores da vida, amor.
Para os dias cinzas, cor.
Para a falta de esperança , 
a alegria de uma criança
Para a alma em agonia, poesia
Para os dias tensos um chá
De Camomila
De flor de maracujá
E uma terna leitura
Um livro pra gente morar
E na poesia viva fazer castelo de sonhos
E a realidade mudar.

Paula Belmino



O livro Cantorias de Jardim de Eloí Elisabet Bocheco ela Edições Paulinas reúne diversas poesias sobre flores, brinca com as palavras, é canto, é pássaro num jardim multicor onde as personagens principais são flores de rara beleza , flores de nosso Brasil, algumas mais conhecidas e em torno das brincadeiras infantis como o cravo e a rosa, algumas tão presentes na nossa casa como a camomila usada para tantos fins medicinais e na perfumaria, entre outras pouco desconhecidas dependendo da região onde se vive. O certo é que o livro encanta, perfuma, e traz mais conhecimento pois por meio das poesias a criança enriquece o vocabulário, aprende mais sobre as plantas, suas características e seu habitat, que tipo de clima é mais propício para cada espécie e claro ale´m do gosto pela leitura incentiva a consciência ambiental fazendo nos sentir mais responsáveis em enfeitar os jardins plantando, enverdejando, poemando com cantorias de jardim e assim tornar o dia mais belo, a vida mais calma, o coração mais terno, a a alma perfumada.

Ouçam uma poesia por Alice
Camomila




Para saber mais sobre o livro:

Cantorias de Jardim reúne 21 poemas, em que cada um é dedicado a uma flor: rosa, margarida, açucena, jasmim, hortênsia, amor-perfeito... Mais do que ressaltar as qualidades marcantes de cada flor, Eloí inventa situações cruzando insetos, bichinhos de jardim, corredeiras, lagos, rios que atuam como coadjuvantes na construção das imagens idílicas da poeta. São poemas repletos de imagens. Há um estouro de figuras de linguagem, de pensamento, de harmonia... há um estouro no uso de recursos linguísticos: cruzamentos, aliterações, repetições, metonímias, intertexto, comparações. Parece uma festa de palavras e imagens. Impossível não se render ao mel escorregadio das poesias de Cantorias de jardim. Sem dizer mais sobre a estética impecável dos poemas, a elegância, a graça, a suavidade das palavras e das cenas são um devaneio de aromas. Dá pra sentir que cada palavra, cada pontuação foi cuidadosamente bordada pela tinta da caneta da poetisa. As ilustrações são de Elma que também se renderam à delícia que é passear por um jardim de poemas para as flores.

Para compar https://www.paulinas.org.br/loja/cantorias-de-jardim

3 comentários:

✿ chica disse...

Quem não gosta e/ou precisa disso? Legal! bjs, chica

Toninho disse...

Li muitos livros das Edições Paulina.
Uma bela leitura da Alice
Nada como um bom livro para em alguns momentos fazer uma boa viagem.
Uma linda semana para voces.
Carinhoso abraço.

Maria Rosa Sonhos disse...

Precisamos desse remédio chamado poesia! Linda! Beijo! Renata e Laura