sábado, 30 de junho de 2018

Anoitecer




E antes que anoiteça
quero vivenciar toda poesia 
brincar, conversar, 
viver a vida
ser amigo de borboletas 
falar como os passarinhos.
Antes que a tarde caía
e tudo aqui adormeça
quero sonhar os mais belos sonhos
e cantar para as crianças singelezas.
E assim depois de tudo realizar
viver o espanto e o fortuito 
e  quando anoitecer
serei livre alma a voar
serei pó de estrela,
quem sabe
um pássaro da lua
com asas leves de liberdade
sem se preocupar com o tempo
eternidade repleta de constelação.
Serei dia e noite paixão!

Paula Belmino


Esta é minha participação na 41ª Blogagem coletiva do Filosofando e Encantado do blog da Lourdes 


O tema escolhido nessa imagem acima que mostra crianças brincando no início da noite, e veio  a calhar com minha aula neste fim de semana com as crianças aprendendo sobre o tempo, a vivência poética, as relações entre a matemática e a geografia, tudo contextualizado sem perder o sentido, mas acima de tudo o prazer e o espanto para brincar com poesia.



O livro ABC dos abraços de Sérgio Caparrelli pela Editora Global chegou aqui nos trazendo espanto, sensações indescritíveis de prazer através da leitura.
O livro reúne poemas endereçados a protagonista Bia que aparece em cada um deles num diálogo entre natureza, fenômenos, expressões, sensações. A poesia viva para a gente brincar e sentir, expressar e aprender valores e refletir sobre nós mesmo s e os mistérios do mundo.



As crianças aqui leram o poema: Anoitecer, releram, recitaram, brincaram, interpretaram oralmente e deram suas explicações do porquê existe dia e noite usando o conhecimento cientifico, o tempo, as horas relembrando conceitos sobre geografia, como os movimentos da terra, inspirados no calendário, depois ilustraram usando lápis de cor e canetinhas CIS e puderam ir além do ler e escrever, mas guardar para si o sentimento expresso nos versos.

Vejam:



Deixo aqui um outro poema desse livro lindo  das crianças recitando e brincando com muita poesia viva.


Para participar da Blogagem coletiva Poetizando e Encantando siga o blog  http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com

Comente lá, pegue o selinho, poste e visite os amigos participantes



Para conhecer mais do Livro ABC dos Abraços



Autor (a) : Sérgio Capparelli
Ilustrações : Cris Eich
A criança gosta de fazer perguntas. Quer saber por que isto e por que aquilo. Pouco depois, junto ao porquê, ela pergunta sobre o como. Age assim estabelecendo relações com os objetos e com os seres vivos ao seu redor. Em ABC dos Abraços, essa criança é Bia. Ela aplica uma gramática pessoal para entender o mundo, com um ABC sem pé nem cabeça, em que o grande pode ser pequeno e o tombo uma razão a mais para se pôr de pé.
São 33 poemas; alguns bem curtinhos, outros curtos, alguns médios, outros maiores. Os temas apresentam-se diversos e tratados de forma coerente com o universo infantil – família, escola, animais, tempo, medos, atitudes, comportamento, sentimentos, entre outros. A menina Bia, presente em muitos versos, cria um elo afetivo com o leitor.



5 comentários:

Rejane Tazza disse...

Ficou ,muito legal.Inseriste perfeitamente a imagem com tua postagem.Participaste bem e encantaste! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Brilhante a sua inspiração!! Amei!

Especial ... Apaixonei-me...[ Poetizando e Encantado ]

Beijos e um excelente Domingo

Diná Fernandes O.Souza disse...

Bom dia Paula, amiga está tudo bem graças a Deus, obrigada pelas gentis palavras.

Que bonita participação, juntou uma coisa com a outra, como diz o ditado, juntou a fome com a vontade de comer, a temática do trabalho com as crianças é de excelente apresentação.
Tens razão , sobre a curiosidade das crianças, e as de hoje principalmente.

Parabéns sempre pelo seu esmerado trabalho em prol do aprendizado... Ah!se o mundo tivesse muitas Paulas, que independentemente das precárias condições de trabalho oferecida ao mestre, vc consegue realizar maravilhosas apresentações e com brilhantismo!

bom domingo!

Bjss!

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, querida amiga Paula!
Que bonitos esses versos que recortei:
"... viver o espanto e o fortuito
e quando anoitecer
serei livre alma a voar
serei pó de estrela"...
Você capricha na postagem e enriquece com a atividade que desempenha, dando-nos uma dimensão de como é dedicada ao seu ofício e, na certa, seus alunos ganham em todos sentidos.
Meus parabéns, amiga!
Seja muito feliz e abençoada junto os seus amados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Toninho disse...

Linda participação Paula com esta liberdade e leveza que a noite inspira em parceria com esta sua nobre função de dedicação ao ensino. Parabéns Paula e desejo que esteja melhor e em paz.
Carinhoso abraço amiga.