quarta-feira, 8 de agosto de 2018

O Papafigo



No ar o falcão

de olho no figo.
Fátima a figueira vigia.
Na fazenda de Filomena.
Fátima espanta o falcão:
-Foge falcão feio
Não come o figo!
Fátima enfadada
tira um cochilo.
O falcão veloz
o figo maduro fisga
e foge feliz
Em sobressalto Fátima acorda
E vive o pesadelo:
O falcão comeu o figo.
E Fátima fala: 
Esse falcão é um papafigo!


Paula Belmino


Ilustração de Danda Trajano

6 comentários:

Rejane Tazza disse...

Que amor! Adorei esse papafigo! beijos,tudo de bom,chica

Renata disse...

Uma graça de poesia e ilustração! Beijo. Renata e Laura

Unknown disse...

Também adorei esse papafigo! Na minha infância, a imagem do papafigo era de meter medo, um monstro que vinha comer o fígado das criancinhas desobedientes, uauuuuuuuuuu quanto medo kkkkkkkkkkkkkkk!
Beijos!

Cidália Ferreira disse...

Um poema brilhante!! Amei!

Beijos e um dia feliz!

Toninho disse...

Muito bonito Paula.
Gosto destas inspirações que centram nas crianças e assim inspira-las na leitura.
Gostei do Papafigos.
Abraços com carinho amiga.

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Divertido e inusitado!
Parabéns!