quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Fada do Amor





Em tuas asas leves e transparentes
Carregas o pó do amor
Em lindos cabelos ao vento

A alegria esvoaçou

Voas tranqüila pela pátria
Numa ternura sem fim
Levas em teus braços
O coração de um querubim
A graça e a beleza
O esplendor do céu no teu sorrir
Anuncias boas novas
E trazes estrelas aqui
Linda fadinha dos sonhos
Faz nascer as sementes na terra
A mágica flor abençoa
E transforma-se em quimera
Sob o arco-íris
Em lindo voo sob o mar azul
Fada de sonhos e estrelas
Bênçãos em tuas mãos jorram
Fazendo a paz de norte ao sul.




Paula Belmino

4 comentários:

Carolina Arêas disse...

Bonitinha!

A Magia da Noite disse...

o amor sempre nos chega no sorriso de uma criança, ou apenas na lembrança do dia em que também fomos capazes de sorrir assim.

Anne Lieri disse...

Paulinha,que fadinha mais linda ficou a Alice!Simplesmente um sonho sua poesia!Bjs,

Miriam de Sales Oliveira disse...

Oi,cheguei;bem q/senti sua falta,andava passeando,hein!?
E a Alice,cada dia mais linda!
bjs