quarta-feira, 3 de agosto de 2016

A olimpíada dos bichos (Dica de Livro)







Quem não gosta de fábulas? Da magia que é ver os animais brincarem, serem espertos, quererem sempre passar a perna no outro e por fim se dar mal?
Desde menina sempre gostei de ler as fábulas de Esopo e tirar delas lições de vida. A leitura desse gênero textual além de levar a criança a imaginar, faz com que ela possa se colocar no lugar do personagem e vivenciar as várias situações que acontecem no texto.
Fábulas são magias inventadas, onde animais e seres fantásticos falam e são como a gente , dai por isso mesmo a magia de ler e vivenciar, experimentar, se colocar no lugar dos personagens e tirar da literatura sentimentos, expressões, lições.


A dica de hoje é o livro: Olimpíadas dos bicos de Silvia Flauzino e ilustrações lindas de André Flauzino, pela Editora Bambolê nossa parceira aqui no blog.
O livro Olimpíadas dos bichos trás três contos , fábulas que falam de uma confusão na floresta por causa de um barulho ensurdecedor e um fedor que arrepia a todos, deixando o rei leão bravo. essa é a fábula, "Barulho na floresta" que reúne toda selva em volta de um misterioso barulho que atormenta a bicharada. Quem será o culpado? Desde bem-te,vi até o gambá são alvos de suspeitas.
Outra fábula é o próprio título do livro: A "olimpíada dos bichos", na qual a dona onça resolve criar uma olimpíada entre os animais para ver quem é o melhor... Já dá para imaginar que vem mais confusão por ai não é?
E a última fábula é "Espeto e o espinho " um porco espinho mal humorado e que vive a vida a resmungar, e sempre coloca os espinhos para fora , mesmo em momentos que não o poderia fazer.
O livro trata de assuntos como amizade, solidariedade, alegria, dúvidas, ecologia, meio ambiente, diversidade e inclusão e faz as crianças rirem muito , levando a compreender que todos nós somos diferentes e é preciso aprender a respeitar as diferenças e conviver em harmonia para o bem de todos e da promoção da paz.






Na escola as crianças adoraram o livro e claro trabalho cada história de acordo com os temas do projeto em que estamos trabalhando, numa forma de incentivar a leitura, o saber conviver, o respeito e a amizade, os valores humanos.
Além de lerem, as crianças puderam conhecer as características desse gênero textual, fazer suas intervenções e interpretações, dar suas contribuições na interação com o livro dando a moral da história que neste não vem explicito, mas deixa o leitor criar seus próprios sentimentos e atribuir o julgamento de valor.
Depois da leitura e reescrita da fábula na maneira de que cada aluno pode compreender a história, eles também ilustraram e pintaram, afinal o desenho é a maior forma de expressão infantil e a que mais se aproxima da escrita  e que pela qual as crianças expressam seus aprendizados e compreensão. Ler e escrever são ações que andam juntos e se queremos futuros escritores e formadores de opinião, leitores críticos e cheios de inspirações deve a escola promover ações para tal, ler e expressar através da escrita o que compreendeu, e meus alunos adoram fazer isso e tem melhorado muito na escrita, Depois vamos trabalhando a gramática , porque ortografia deve andar junta com a leitura e só aprende escrever bem quem ler.


A arte das pinturas ficou na maneira de cada um ilustrar usando pontas de lápis que iriam para o lixo, mostrando uma pegada ecológica e fazendo valer a reciclagem , prova de que se precisa pouco para garantir aprendizagem e prazer pela leitura. De forma lúdica ler, escrever e brincar.

Mais sobre o livro:

Três fábulas para rir e se encantar. Assim é o livro A Olimpíada dos Bichos e outros contos animais. A onça resolve promover uma olimpíada entre os animais. Mas nem todos estão contentes. A capivara despreza toda aquela euforia com os jogos. Se eu fosse ela, até pensaria em mudar de opinião... Em Barulho na Floresta, algo de muito misterioso está atormentando toda a fauna. Até o leão resolveu tirar satisfações com o culpado de toda essa confusão. Já em Espeto e o espinho, as crianças vão conhecer um porco-espinho resmungão e rabugento, que vai entender e nem sempre é hora de colocar os espinhos de f
Autor (texto): Silvia Flauzino
Autor (ilustrações): André Flauzino
Temas: Fábulas - Natureza - Fauna - Olimpíada - Comportamento
Áreas de conhecimento: Língua Portuguesa - Ciências
Páginas: 32
Formato: 17 x 25 cm

TRECHO DE “BARULHO NA FLORESTA” Pum!!! A floresta inteira estremeceu! Os bichos corriam desesperados. Os passarinhos voavam de um lado para o outro. ― O que foi isso? ― perguntou a onça. ― Nem faço ideia! ― disse o coelho, saltitando. Logo, logo, veio o leão, cheio de autoridade: ― Que estrondo é esse em meu reino? 


SILVIA FLAUZINO é formada em Pedagogia e pós-graduada pela UERJ. Como professora de adultos, crianças e das antigas classes especiais, sempre deu valor à literatura como suporte para o ensino. Hoje, como professora de educação infantil, encontra em sala de aula a inspiração para criar suas próprias histórias. 

ANDRÉ FLAUZINO é formado em Desenho Industrial/Programação Visual pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também atuou como Professor Substituto. Começou sua carreira em agências de publicidade, e atualmente dedica-se à ilustração. 

Para comprar o livro:

Editora: Bambolê
ISBN: 978-85-69470-03-8

Um comentário:

Renata disse...

Lindíssimo incentivo à imaginação, criatividade, respeito. Beijo! Renata e Laura