sábado, 3 de junho de 2017

A ciranda da Alice: Brinquedos e Brincadeiras






Ciranda Cirandinha
O mundo vai girar
Pião, bola, bambolê
Como a vida dá meia volta
e num piscar de olhos a gente precisa crescer!
Ser criança é ser saudável
Ter direito de estudar
Brincar, fazer barulho
ler um livro e cantar
Ciranda cirandinha
Uma história vou contar
A ciranda de Alice
nunca para de rodar
Lá tem ditados e parlendas
Poesia e canções de ninar
Brinquedos inventados
brincadeiras de criar
Um mundo mágico e  criativo
Que Edu, Maria e Alice vão ensinar

Paula Belmino


Entre partidas e chegadas, mudanças e vida nova Alice e sua família já perderam as contas, vivem mesmo em ciranda de um lado para o outro
A mãe de Alice perdera o emprego, e a avó sempre sábia tenta a todo custo explicar o porque das coisas que não se explicam, só adultos conseguem compreender que é perdendo que se ganha, mas como explicar  a uma criança que ela precisa deixar para trás a escola , os amigos, a rua, os brinquedos de outrora?
Essa história começa assim com a mudança de casa, que dessa vez também será para uma emprestada , já que a família não pode comprar uma casa, Alice, Edu e sua irmã mais velha Maria, vão ter que sair e deixar  a vida que estavam acostumados, para que a mãe possa noutro lugar buscar o sustento do lar, mas justo nas férias escolares, as crianças precisarão ser fortes e se despedir dos amigos com quem dividem brincadeiras, sonhos, estudos.
Alice é amiga de Lili, Edu de Samuca, quando os dois saem para se despedir Alice promete não chorar
Edu não se conforma
Maria a mais tímida e recatada, parece não ter amigos gosta de solidão, o que sente a menina?
A avó com carinho  aconselha a todos, fala de que mesmo sendo difícil deixar tudo para trás poderão ter um lugar novo pra brincar, descobrir e sim a nova casa é num sítio bem distante da cidade, com poucas casas por perto, e a chegada é meio estranha para as crianças, , os cômodos novos, se acostumar com a paisagem, as crianças mesmo cansadas não conseguem dormir.
Mas ao se depararem com estrelas sonham e descobrem as novidades dali, novos amigos, o criar animais de estimação e a vida vai seguindo, ciranda aqui , ciranda lá.


Esse livro de Neide Graça pela Editora Muiraquitã é lindo e trouxe a nós uma bela reflexão, me fez ser protagonista dele quando tive que deixar tudo para trás em São Paulo, a escola, os amigos, nossa casa e para a Alice até hoje se questiona , mesmo já fazendo novos amigos, novas brincadeiras, novos sonhos, é difícil para as crianças mudar a rotina, adiar planos... Quem explica tantas mudanças na vida?  Como diz  Edu no livro: Coisas de adultos!!!
O livro traz brincadeiras, cantadas, brinquedos criados, o contato com a natureza que possibilitará á família aproximar-se mais e preservar o meio ambiente,
cheio de ditados populares e cancioneiro, já que a menina Alice protagonista da história ama música.
Me senti dentro do livro!!!

E por falar nisso hoje tem lançamento na livraria Blooks em Niteroi RJ

Quem for da região poderá conhecer a escritora Neide Graça, autografar o livro e brincar muito por lá



Mais sobre o livro e a autora:


Neide Graça tem um trabalho lindo como bibliotecária e escritora e faz um trabalho voluntário no blog Leitura para todas as idades onde atende o centro Convivas lendo para os idosos, além das leituras para as crianças e vê a leitura como transformadora por isso também se tornou escritora e já escreveu: 



Alice e o mistério da casa verde, 
O sumiço da caixinha de Alice
Os dois fazem parte do projeto Casa verde de Incentivo à Leitura

Sobre o livro:

Como ficará a vida de Alice, Edu e Maria, quando a  família repentinamente, precisa mudar-se para um local afastado? Como sobreviverão sem a facilidade  tecnológica do dia a dia? Quais alternativas criarão para se adaptarem á situação? Crianças têm sabedoria e criatividade. Elas brincam de transformar a vida da família com o que conhecem melhor: brinquedos e brincadeiras.
Esse livro resgata as brincadeiras antigas valorizando a empatia e os momentos de amor em família tão importantes para o desenvolvimento







6 comentários:

✿ chica disse...

Adorei a tua poesia e a resenha do livro que parece ensinar numa hora bem importante: deixar pra trás... Adorei! bjs e sucesso hoje para o livro e escritora! bjs, chica

Neide Graça disse...

Paula querida amiga das letras, não tenho palavras para agradecer essa linda poesia. Eu, que já tinha adorada a resenha que você fez, agora ter um personagem que inspirou tão lindas palavras são uma benção para o coração de qualquer autor. Fico feliz que a boneca da sua Alice fez parte da divulgação desse evento, que hoje, domingo, posso dizer foi lindo e interativo (crianças e adultos) como eu tanto queria. Essa sua poesia/homenagem fará parte, sempre que possível, das minhas atividades. Estou postando lá no face as fotos do evento.Obrigada, Bjs pra você e Alice que "nos emprestou" a boneca dela.

Biblioteca da Casa Verde disse...

Paula querida amiga das letras, não tenho palavras para agradecer essa linda poesia. Eu, que já tinha adorada a resenha que você fez, agora ter um personagem que inspirou tão lindas palavras são uma benção para o coração de qualquer autor. Fico feliz que a boneca da sua Alice fez parte da divulgação desse evento, que hoje, domingo, posso dizer foi lindo e interativo (crianças e adultos) como eu tanto queria. Essa sua poesia/homenagem fará parte, sempre que possível, das minhas atividades. Estou postando lá no face as fotos do evento.Obrigada, Bjs pra você e Alice que "nos emprestou" a boneca dela.

Biblioteca da Casa Verde disse...

Paula querida amiga das letras, não tenho palavras para agradecer essa linda poesia. Eu, que já tinha adorada a resenha que você fez, agora ter um personagem que inspirou tão lindas palavras são uma benção para o coração de qualquer autor. Fico feliz que a boneca da sua Alice fez parte da divulgação desse evento, que hoje, domingo, posso dizer foi lindo e interativo (crianças e adultos) como eu tanto queria. Essa sua poesia/homenagem fará parte, sempre que possível, das minhas atividades. Estou postando lá no face as fotos do evento.Obrigada, Bjs pra você e Alice que "nos emprestou" a boneca dela.

Neide Graça disse...

Paula querida amiga das letras, não tenho palavras para agradecer essa linda poesia. Eu, que já tinha adorada a resenha que você fez, agora ter um personagem que inspirou tão lindas palavras são uma benção para o coração de qualquer autor. Fico feliz que a boneca da sua Alice fez parte da divulgação desse evento, que hoje, domingo, posso dizer foi lindo e interativo (crianças e adultos) como eu tanto queria. Essa sua poesia/homenagem fará parte, sempre que possível, das minhas atividades. Estou postando lá no face as fotos do evento.Obrigada, Bjs pra você e Alice que "nos emprestou" a boneca dela.

Toninho disse...

Um belo trabalho da Neide sensível e atenta à educação e aos movimentos da vida com todas suas interferências na formação.
Parabéns para ela e que haja sucessos.
Um abração.