sábado, 9 de setembro de 2017

Clarice Vê Estrelas (Dica de Livros)








Clarice vê estrelas
ao brincar com os amigos na rua,
na praça,
ao conversar com a mãe e com o pai
ao refletir sobre seus sentimentos,
e descobrir num livro um bilhete
o poder dos relacionamentos.
Clarice vê estrelas nas relações de sua família,
numa viagem ao universo
com amigos secretos
leve, feliz, saudosa de um mundo bom.
Clarice vê estrelas quando pode usar a imaginação
e ler um bom livro
achar um tesouro escondido, ali bem perto e preciso.
Clarice vê estrelas como eu li e vi
e você quer ver estrelas comigo?

Eu não consegui segurar a emoção e as lágrimas de felicidade e satisfação ao ver as crianças todas concentradas lendo um mesmo livro, individualmente cada um com sua maneira de ler, silabando, ou sussurrando,com o dedinho marcando a leitura,com os olhos presos nas imagens ou voltando à elas  cada vez que leem algo interessante.
Cheguei na escola e disse que  elas iam "apenas' ler, como se somente a leitura já não bastasse, pois a leitura é tudo: é porta, janela, abrigo, rico caminho pra imaginação e aprendizado, sonho e asa.






O livro :Clarice vê estrelas de Letícia Pires chegou até nós pelo projeto RoMaria de Livros que a Maria Cininha nos enviou e como noutras vezes ganhou nosso coração, dessa vez com o diferencial: vários exemplares do mesmo título, algo raro na escola pública.
As crianças fizeram uma festa, pois podem ler e comentar se o colega compreendeu aquele parágrafo, até apostar corrida na leitura, ou ler todos em voz alta em uníssono.
E eu me emocionei...
À certa altura parei a leitura pra ver se estavam mesmo compreendendo a história pois o livro é para leitor fluente, e para minha surpresa todos compreenderam o que leram, nas entrelinhas, sem apenas decodificar, mas interpretar, e o melhor de tudo poder comparar na hora o que o colega achou, viu, sentiu.
O livro vai continuar servindo para que outras turmas tenham essa e outras experiências na sala de aula, e é um dos mais valiosos subsídios que temos em mãos.
Obrigada Maria Cininha e à Escritora Letícia Pires pela doação
Este título vai também encantar outras escolas logo mais.


A história de Clarice vê estrelas conta de uma menina que ama brincar , e que sempre esquece seus brinquedos lá fora, por isso a mãe não permite que ela leve para brincar na rua, a menina vive um conflito entre brincar com os amigos e estar com a mãe, enciumada poque a mesma terá um segundo filho. É nesse momento de birra que ela vai para o porão ficar com o pai e pensar no que faz, pois acaba resmungando com a mãe e fica de castigo, e lá encontra um livro, com um bilhete do paia para o avô escrito em seu tempo de menino, e ali, começa a diversão.
A história tem muitas outras envolvidas, é meio Alice no país das maravilhas, uma viagem ao mundo dos sonhos e da imaginação, uma descoberta de Clarice, um perpasse entre o sonho e a realidade.
As crianças leram e depois desenharam e gravamos um vídeo recontando a primeira parte da história sobre o que compreenderam, e esta semana daremos continuidade, pois o livro tem infinitas possibilidades 

vejam só









Reescrita em quadrinhos:







Vídeo:


.
E você já conhece o projeto RoMaria de livros?
Para ajudar na doação de livros envie para:

 Estúdio Mariacininha:
Praça da República, 465, cj.63 | Centro | SP | 01045-001
Informações: contato@estudiomariacininha.com.br


5 comentários:

✿ chica disse...

Dica muito boa de livro.Bela poesia, fotos e desenhos da turminha! beijos, lindo fds! chica

http://blogandocoletivamente.blogspot.com.br disse...

Olá Paula, eu que não estava presente fiquei emocionada com a história da Clarice e também com o empenho e concentração das crianças lendo o livro. Menina, isso é um mundo de portas abertas para o caminho da poesia. Não me canso de falar que vc é uma mestra abnegada.
Bom final de semana.
Abraço!

Lucia Silva disse...

Que postagem mais encantadora!!!! De fato, é de se emocionar mesmo com essas crianças concentradas na leitura e, não apenas decodificando símbolos, mas entendo a mensagem nas entrelinhas de cada passo da história. Mais uma vez, parabéns por empenho em divulgar e levar a magia da leitura a essas crianças.
Beijos carinhosos!

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Oi Paula, os livros infantis sempre emocionam, principalmente quando estão nas mãos das crianças. Imagino sua emoção que leva esse trabalho de amor a diversas crianças...

Acho enriquecedor o trabalho de explorar o livro, desenhar o que gostou e dialogar com os colegas sobre alguma parte. Assim se aprende muito mais e de forma mais prazerosa, que acho que é como deve ser...

Cada desenho mais terno que o outro. Amei a historia da Clarice... E que saibamos ver estrelas nas pequenas felicidades da vida...

Beijos mineiros

Tê e Maria ♥

Toninho disse...

Ver uma criança com um livro é saber que há esperanças para este país.
Belas imagens que falam e faz afago Paula.
Saber que sua luta não é em vão.
Gostei.
Abraços.