quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Poemas Brincantes







Para ouvir estrelas
e o som do coração
achar o tesouro escondido
entre as joias mais raras
é preciso adentrar 
a alma pura de uma criança.
É lá que vive
a poesia viva e pulsante
o som das águas.
E ao adentrar o pensamento de uma criança
e deixar-se navegar por seu sorriso
encontrarás assim o tesouro perdido
a paz!

Paula Belmino

Dando sempre voz às crianças incentivando a sonhar , brincar, desenvolver a boa leitura literária, levamos livros, os mais diversos que brincam, que falam de valores, que contam mistérios, que desafiam a língua, que desenvolvem a imaginação e desperta  a criatividade e assim vamos criando um novo caminho para uma infância digna, com direitos de ler e escrever, expressar os sentimentos, brincar e cocriar.
Essa semana em comemoração ao dia da criança temos trabalhado poemas de brincar, como é o caso do livro de José de Castro Poemas Brincantes
A gente leu, criou os próprios poemas a partir das brincadeiras, recitou no pátio para toda escola, brincou com brinquedos inventados e brincadeiras antigas, cantou, e vestiu-se de poesia.

Deem olhada em algumas atividades:

Leitura no pátio


Criação de um jogo da memória usando os brinquedos com poemas criados pelas crianças









"Eu me visto de Poesia"
Consistia em desenhar numa lixa fina com giz de cera os brinquedos preferidos e eu passaria o ferro quente por cima da liza na camiseta, depois eles escreviam usando canetas de tecido Acrilex os poemas brincantes inventados por eles.
Mesmo com a correção feita no caderno, alguns crianças ainda erram, mas o que importa é o criar, o escrever livremente, o erro serve para desafios maiores.









Vejam uns vídeos:





E no fim ainda ganharam lápis de minha mãe que na próxima semana vai visitá-los para falar sobre as brincadeiras antigas. Pois comemorarenos a semana da criança até sexta feira dia 20 e ai sim faremos uma festa brincante




4 comentários:

Toninho disse...

É muito lindo estes projetos e esta dedicação no envolvimento das crianças com os livros e o processo criativo, que os leva à poesia e o despertar na criação de imagens, que tornam-se poesias. A criança é o lugar onde a beleza saltita e a paz nos convida.
Parabéns Paula e persevere nesta nobre e bela missão.
Abraços com carinho.

José de Castro disse...

Um trabalho de leitura e releitura muito significativo. Mostra a importância da leitura lúdica, do aprender brincando... Parabéns, amiga, pelo seu jeito de encantar as crianças e de incentivá-las à leitura... Um grande abraco de gratidão....

José de Castro disse...

Excelente trabalho... Gratidão em meu coração...

Lucia Silva disse...

Inúmeros aplausos para esse trabalho excelente e grandioso que você executa tão maravilhosamente com as crianças.
Beijos!