quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Pra ser Eterno



Preciso dar um jeito
De guardar o tempo
De eternizar uma flor
De guardar lembranças
De tornar o que se esvai morrendo em cinzas
Viver pra sempre em cor
Preciso arrumar um jeito
De fazer o belo eterno
De eternizar segredos e quimeras
De fazer raiar pra sempre a primavera
Um jeito seja lá qual for
Perguntei a um passarinho
Se sabia um jeito de parar o tempo
E pra toda eternidade ser canção
Que cantou baixinho ao meu ouvido e me disse bem baixinho:
O eterno é o amor que a gente guarda no coração.


Paula Belmino

Alice usa
Cattai Confecções

5 comentários:

✿ chica disse...

Linda,linda demais tua poesia! Encantadora! Bela Alice! bjs, chica

Ana Paula disse...

Ai que linda a canção desse passarinho!
e linda também Alice na foto!
Beijo.

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Coisa mais linda Alice e seu poema!!!! Um enfeita o outro!
Amiga Paula, queria muito ver um livro de poemas seu!!!

Se Deus quiser!!!

Beijos no coração!

Maria Rosa Sonhos disse...

Poesia é amor eterno guardado no coração! Amei! Beijo! Renata e Laura

fascinadapelomundo disse...

A vida devia ser sempre eterna,nunca deveríamos morrer,contudo,sabemos que há essa possibilidade,portanto,temos que tentar viver felizes e ter saúde enquanto andamos neste mundo,beijinhos fofinhos!!