quinta-feira, 31 de maio de 2018

Lágrimas de Cristo



Jesus chorou...
Quando soube da morte do amigo.
Ao ver a mulher chorar
pelo seu irmão
Em seu espírito se perturbou,
se comoveu,
E chorou.

Jesus chorou...
Por Jerusalém
cidade de seu coração.
Como a mãe que aninha os filhos
Como o pai chora o abandono.
Lágrimas de Cristo...
De compaixão
transformados em redenção.


Jesus chorou...
Ao ver o mundo 
entregue ao pecado
na cruz do calvário.
Jesus chorou
de dor, por amor.

Tudo era lágrima
Pelas palavras e ações
Pelos que não sabem o que fazem.
Jesus chorou...
Na morte, na alma,
no calvário seu sangue
derramou na cruz.
Lágrimas de puro amor
a salvação por Jesus.


Jesus chorou...
E por Ele podemos sorrir,
Pois tudo suportou
Mas ao terceiro dia reviveu
E nos garantiu o céu
Onde não haverá mais lágrimas,
Apenas a doce canção.

Paula Belmino


*Inspiração verdadeira nessa flor chamada Lágrimas de Cristo enfeitando o nosso quintal e nos lembrando da maravilhosa graça de Jesus. 
Hoje se comemora Corpus Christi, mas que em todo tempo lembremos e reconheçamos o sacrifício de Cristo por nós para nos salvar na cruz.
Na bíblia há três citações de que Jesus chorou, pelo amigo Lázaro, ao avistar Jerusalém e no jardim quando seu suor virou sangue.

Ouçam e passem lá para dar um like e nos seguir no canal:

4 comentários:

Rejane Tazza disse...

Poesia tão linda e bem inspirada nessas flores! Faz tempo não as vejo aqui! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Brancas nunca tinha visto, ou estarei enganada? Amei!!

Beijo e um excelente fim de tarde!

Lucia Silva disse...

Uma poesia divina que acaricia nossa fé e as flores são encantos que embelezam nossos olhos.
Beijos no coração!

Anete disse...

Bonita inspiração! Flores que são muito graciosas, gosto do nome delas...
Bom mês de Junho... O meu abraço