domingo, 28 de junho de 2009

Festas Juninas


Acabou-se o que era doce!


Passou Santo Antônio
Não me casei!

Até me desanimei
Mas chegou São João me alegrei
Pulei fogueira
Comi pamonha
E na quadrilha muito dancei
Vem São Pedro
Chaveiro do céu
Parou chuva eu me animei
E no embalo da festa junina
Muita alegria eu encontrei
Passou o mês foi tanta dança
Eu criança me esnobei
Foi tanta coisa que aprendi
Tanta música nova que conheci
Comidas típicas eu provei
Passou Junho, passou as danças,
Festas juninas
Agora só no ano que vem!


Paula Belmino

6 comentários:

Edna Lima disse...

Também não me casei!!!!! . mas acho que não fiz a simpatia direito.. bjs

Bergilde Croce disse...

Linda essa caipirinha!Uma alegre poesia,vc combinou aqui a graça e fantasia da nossa tradiçao brasileira,amei!

Chica disse...

Lindo e vamos aguardar o próximo junho então!beijos,chica

Sandra disse...

Ma na proxima quem sabe.rsrsrs, antes, quem sabe.
Sucesso para vc.
Apreveite o clima e vem comer um gosotoso pinhão em curiosa.
Com carinho
sandra

SO PARA OS INTIMOS disse...

Como sempre, Paula, talento não lhe falta. Já falei que te invejo??...rs. Vejo que não me visitou mais. Está de mal comigo??
Com uma ajuda especial, meu blog está de roupa nova e agora até selinho tenho! Logo eu que ainda não aprendi a pegar selinhos das amigas, mas estou perseverando nesse novo mundo para mim. O mundo dos BLOGS!
Aguardo sua visita.
Abçs

Liciane disse...

Que gracinha!!!!! O poema ficou muito legal e a princesinha parece um pirulitinho!!!!! Toda coloridinha, muito linda!!
Bjss