terça-feira, 15 de junho de 2010

Brinquedo perdido

Por entre os dedos
Escapando
Fugindo
Soltando-se
Por um fio
Pedindo linha
Dando corda
Esvoaçando
Feito pipa
Voando!
Até que arrebenta-se
E se vai
Pelo céu
Ou pra lugar algum
Apenas vai...
Deixa a lágrima no rosto da criança
O adeus ao brinquedo
Que não volta mais.
Paula Belmino

3 comentários:

Chica disse...

Lindo e tristinho...beijos,chica

Minéia Pacheco disse...

Olá Paula!

Belos versos neste "Brinquedo Perdido!"

Beijos e até mais!

http://www.historiaparacriancalerouviresonhar.blogspot.com/

Anônimo disse...

interessante .bjo da rai viu