terça-feira, 8 de junho de 2010

Pronto Falei!


Pronto Falei

Eu falo!
Meto a boca no trombone
Não me calo
Grito tudo que me consome
Em alto e bom som
Que não me ouçam
Até não escutem meus dilemas
Mas sempre falo
Não guardo comigo nenhum problema!
Berro aos quatro ventos o que me perturba
Faço estilhaço no quarteirão
Não que seja barraqueira
Mas desabafo minha aflição!
Choro todo meu sofrer
Extirpo os males e ais
Exorcizo a dor no peito
E grito com toda força de meus pulmões
Se não quer me ouvir
Não quer me entender
Tudo bem!
Mas não fecho a matraca não!
Não me peça, não me condene,
Não tente me ensinar a calar
Quem cala consente a dor e a depressão!
Pra Deus também rezo minha dor
E quem me magoa há de ouvir minha lamentação
Esperneio, berro e choro.
Prefiro perdão ao falar a ter um silêncio em vão!
Não quer me ouvir?
Tudo bem!
Mas não me peça pra fechar a boca
É assim que resolvo meus problemas
Desabafando, falando, e aqui escrevendo!
Quem ouve o que falo
Não vê meu coração
Preciso gritar minha dor
Prefiro até morrer de amor
Mas morrer calada?
Isso não!
Quando a boca cala o corpo fala
Traz doença e maldiçãoGrito tudo que sinto
E nada me fará mudar minha expressão!


Paula Belmino

5 comentários:

Chica disse...

Lindo e deve falar mesmo!!!beijos,chica

Candi Doces disse...

Oi Paula,
vou ficar sumidsa por uns tempos, minha avó voltou do hospital e estou de muda por lá para auxiliar até que ela volte a ter autonomia novamente. Sempre que puder fujo aqui em casa para ler as poesias maravilhosas. beijinhos candi

Mimirabolante disse...

Fala msm !!!Só faz bem !!!!

Úrsula Avner disse...

Oi Paula, as fotos da Alice estão muito fofas ! Seus versos são adoráveis ! Agradeço seu carinho lá no Gotinhas... Oportunamente irei compor um poema e ilustrar com a foto da Alice. Bj,

Úrsula

Minéia Pacheco disse...

Olá Paula!!

Realmente não devemos guarda nada dentro de nós, temos que desabafar TUDO que sentimos!!

Beijos e até mais...

http://www.historiaparacriancalerouviresonhar.blogspot.com/