segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Cochicho de árvore






Gosto de ficar aninhada nas folhas das árvores mais baixas
Com o vento elas me acariciam e murmuram segredos que só quem tem ouvido verde pode ouvir
Contam segredos, falam de paz. de amor, e convidam a ficar entre elas despretensiosa.
As árvores mais baixas são as melhores amigas, nelas a gente pode beijar flores e caules, e sentir os aromas que exalam desde o tronco a retorcer-se às sementes a serem levadas por ele.
As árvores mais pequenas acariciam meu cabelo ao me darem sombra, abraçam meu corpo a se enroscarem nele, testemunham minha alma leve a morar nas folhas, ousadas sempre a desprender-se e voar para fertilizar o solo e nova vez ser semente e flor, e árvore e campo.
Árvores são amigas com quem gosta de  brincar e conversar.
Sombra e sussurro
Amor e flores coloridas
Liberdade e folhas ao vento
Sentimentos que se mudam, sementes que se plantam e se transformam.
As árvores são as mãos de Deus a nos fazer voar ou ficar presos ao chão, cochichando sonhos que a gente vai plantando e esperando crescer até serem altos como as árvores que se vão, além da visão avistar, querem apertar a mão do Criador e dizer obrigado por todo amor!

Paula Belmino



Alice usa:
Jaqueta Look Jeans
Mocassim Love Shoes and More
Laço Gumii
Saia Tchunga Marepunga 


3 comentários:

✿ chica disse...

Só posso te aplaudir! Desde a escolha do título ao texto! Lindas fotos também!ADOREI! bjs, chica

Silvanio Alves disse...

Somente com os ouvidos da sensibilidade, pode-se ouvir o sussurro das árvores, poetisa! Elas fazem discursos em favor da paz e da felicidade! Lindo e inspirado!

Renata disse...

Muito linda poesia e fotos! Beijo! Renata e Laura