domingo, 2 de agosto de 2009

O Amor não Morre









Foi amor de verão
Foi primavera no coração
Nossos momentos lindos
Como parecia uma canção!
Não pode morrer o amor
Mesmo que tudo diga não!
Pode mudar o carinho
Pode nascer outra estação
Mas o que é o amor
Este nunca parte não!
Os dias passam
A vida muda
Tudo se refaz
O amor, porém não morre!
Muda e se esconde no coração
Se a vida nos leva a outros rumos
Amor que era paixão
Muda, se faz amizade,
Mas não pode morrer não
Pois amor que é amor não morre
Faz se um doce sonho no coração!

Paula Belmino

3 comentários:

Liciane disse...

Lindo!!!
Também concordo que amor não morre. Se morrer, não era amor.
A tua bonequinha está um doce com esse óculos!!!!
Bjss

Intimo e Pessoal disse...

Parabéns Paula!! Voltou das férias inspiradíssima.

Beijocas
Adriana

Intimo e Pessoal disse...

Sim, amiga, votei nas suas sobrinhas e votarei mais vezes. Mas, quero que conheça a poesia de um amigo meu, Alvaro, poeta português. Postei hoje em meu blog. Aguardo ansiosa pelo seu comentário amigo.

Beijinhos e ótima semana
Adriana