quarta-feira, 12 de abril de 2017

Fazedor de estrelas



E eis que rompe a vida
breve e terna
pequeno botão de flor
um coração que se abre ao novo tempo
nas mãos do amor.
o choro de felicidade
aninhando corações
dormita e ilumina
explode em sentimentos indescritíveis
 um pequeno ser
trazido à luz
à vida
na mão que faz poesia viva.
E brota do silêncio o sorriso
e a cada dia uma nova história se escreve
nas mãos que dão vida
escolhidas pelo Criador
pra ser anjo e vento
ser alento e afeto
Um fazedor de poesia.
A cada parto nasce uma mãe
uma criança
uma estrela no universo
Nas mãos desse fazedor de estrelas.


Paula Belmino



Essa é mais uma homenagem ao Dr Dalton Matsuo pelo dia do obstetra, por ser esse grande poeta, escolhido pra trazer vida ao mundo.
Somos fãs incondicionais deste grande profissional com muita humanidade, levando além de seu trabalho a amizade.
E ainda em nossa viagem à São Paulo pudemos reencontrá-lo e abraçá-lo e deixar com ele nosso livro Bem Poesia que tem uma outra poesia à ele dedicada por todo amor e sonho que nos trouxe ao mundo, o milagre de existir: A Alice



Um comentário:

✿ chica disse...

Linda homenagem e homenagem.Ele ficou feliz, certamente! bjs, chica