quinta-feira, 22 de junho de 2017

À flor da Pele


Eis aberta a ferida
À fina flor da pele.

Palma a palma
Dor se instaura.

À voz de Deus 
Surge feito fina flor

Erva que exala amor
E toda dor se acalma

Paz na alma.
Ei-la aí
Alma calma.



Paula Belmino


Alice usa Lecimar

5 comentários:

✿ chica disse...

Poesia linda e Alice cada vez mais linda!! bjs, chica

Renata disse...

Encantadora poesia, linda! Amei recebê-la no meu blog também! Beijo. Renata e Laura

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Lindo poema... assim como a ternura de Alice!!! Beijos e bom dia meninas

Toninho disse...

Linda à flor da pele a poesia Paula.
Alice sempre bonita.
Abraços

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Uma combinação perfeita e bela entre a poesia e a foto de Alice!
Parabéns!
abração com carinho