terça-feira, 5 de junho de 2018

Natureza Azul



A natureza seca

deserta, vazia.
E ei-lo alto e azul,
o céu a inspirar
a pincelar de nova vida
árvores que parecem definhar.
Sob o sol castigante
Insistem em florear 
esguios galhos
e folhas verdes
balançados ao vento
como quem tem ânsia 
de tocar o céu,
todo azul.



E sem se deixar vencer
pela escassez,
pela seca,
pela vida cinza e dolorida,
a natureza se porta firme
e resiste, nos galhos firmes,
robustos de altivez.
Folhas leves feito a brisa
e galhos levados pelo vento, 
num vem e vai
sem desprender-se da terra
por suas raízes profundas.


E de repente, ei-los altos frutos:
verdes folhas,
flores a brincar
embelezando o céu azul,
azul como é a vida.
É a natureza a falar
e nos dizer:
Olha sempre para cima
e não te deixes desertificar.


Paula Belmino


E deixo um poema de Manoel de Barros musicado sobre os melhores jardineiros, os pássaros. Aqui a Alice toca e canta comigo O Bem-te-vi

2 comentários:

Rejane Tazza disse...

Aplausos! LINDO! Bela ´poesia e fotos! bjs, tudo de bom,chica

Cidália Ferreira disse...

Belíssima postagem, excelentes palavras!! :)

Beijos e um excelente dia.