sexta-feira, 26 de maio de 2017

Nas Asas do Haicai









E a gente voa 
Vai ao paraíso
quando ver as crianças evoluírem
inspiradas, dispostas
apaixonadas pela leitura
ler, recitar e criar
escritores autônomos
aprendendo a cada dia a voar
nas asas da poesia.

Paula Belmino

Nossa aula com o livro Nas asas do Haicai de Sônia Barros com ilustrações de Ângela Lago pela Aletria Editora , veio somar e inspirar em nossas produções de texto e vivências poéticas em sala de aula.
Após as crianças lerem o livro A flor e a pipa de Rubem Alves, tivemos oficinas  d epipas e outras práticas brincantes,a escrita não poderia ficar de fora e assim criamos o manual de instrução, brincamos, vivemos a poesia.
 Hoje o livro nos trouxe além do que se podia imaginar, ludicidade, criatividade, aprendizagem e habilidades leitoras e de escrita, pois para as crianças  ao listarem objetos que voavam, apenas citaram aves e insetos, mas não se permitiram ir além, com o livro que fala do sonho, da imaginação, da fofoca e outras coisas que faz voar, eles puderam perceber que poesia não é lógica, não precisa razão e assim com muito estímulo e inspiração criaram seus poemas a partir do comando: Isso voa...

Olhem só que alegria:













Eles puderam compreender  a estrutura de um haicai que é um poema conciso de origem japonesa que tem três versos , não precisa de título e nem rima, e que o primeiro e o terceiro verso têm 5 sílabas poéticas e o 2º  sete sílabas. Claro não os prendi a essa métrica e normas, mas sim ao sentido
e todos se saíram bem em suas produções, juro que eu intervi pouco, e ainda ganhei um presente enorme de um aluno que escreveu que do que voa, a professora voava todo dia na poesia
Confesso: Chorei!!!


Outros que voaram com os livros:






E voamos todos!!!

Para saber mais do livro:


NAS ASAS DO HAICAI

Será que é preciso ter asas pra voar? Neste livro o pequeno leitor vai conhecer o voo inusitado de seres vivos ou inanimados. Cada jeito de voar é apresentado num haicai – uma forma especial de poesia nascida lá no Japão, que consiste em três versos e um número determinado de sílabas. Aqui a premiada autora Sônia Barros faz o retrato de um voo, utilizando como fio condutor o alfabeto. Os versos de Sônia ganham mais emoção com os desenhos de Angela-Lago que são verdadeiras obras de arte. Um dos mais importantes nomes da literatura infantil no mundo, Angela neste livro, inovou mais uma vez: usando a estética de desenhos de criança, quase garatujas, ela nos convida a refletir e sentir os haicais de Sônia.


3 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo post e adorei os haicais!!1 bjs praianos,chica

CÉU disse...

Olá, querida amiga!

Se você é Professora, os meus sinceros parabéns, pke ensinar é preparar crianças para o mundo.

Eles entenderem a estrutura do Haicai e olha k não é assim tão fácil, não. Adorei os sentimentos, que os alunos expressaram nas frases. O amor dominou suas mentes e coração.

Beijos pra você e para todas as crianças.

Renata disse...

Uma beleza de trabalho! Laura conheceu o Haicai recentemente e ficou encantada! Beijo. Renata e Laura