segunda-feira, 18 de maio de 2009

Cântico de Amor Perdido

Ouvi dos passarinhos
Um canto de amor
Bem longe do ninho
Com saudades da flor

Ouvi de estrelas
O louvor ao luar
Ouvindo cantigas
De apaixonados a amar

Fiz-me nota e sinfonia
Poesia ritmada pra te cantar
Ouvi dos sinos
À hora sexta brindar

Porém eu em tristeza
Ouvi tua voz distante a soar
Canção feito romaria
Pus-me a cantar

A canção de um triste coração
Infeliz melodia
Solista e apaixonada
Pura melancolia
Você distante de mim
O peito a chorar
Na minha voz presa o canto de amar

Paula Belmino
paulabelmino.blogspot.com

4 comentários:

Chica disse...

Lindo como sempre,Paulinha! E a Alice como está?beijos,chica

Liciane disse...

Linda!! Uma mais linda que a outra! Vc tem o dom!! hehehe Parabéns. Bjs

Bergilde Croce disse...

Seus ultimos poemas falam de um amor nostalgico,de um sonho desfeito, perfeita inspiraçao para quem como eu é uma 'romanticona de carteirinha.' Lembrei de R.Carlos que dizia em uma de suas cançoes:'onde està vc que ja modificou a minha vida...'Parabéns amiga, suas palavras soam como uma doce e bela melodia.

Anne Lieri disse...

Paulinha,poesia maravilhosa que emociona!É muito ruim ficar longe de quem se ama!Bjs,